PUBLICIDADE
Logo do Seleção Argentina

Seleção Argentina

Favoritar Time

Messi marca o 800° gol na carreira, e Argentina vence Panamá no primeiro jogo após a Copa

Este foi o primeiro compromisso da seleção principal da Argentina desde a conquista da Copa do Mundo no Catar, no final do ano passado

23 mar 2023 - 22h48
(atualizado às 22h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reuters

Nesta quinta-feira, a Argentina recebeu o Panamá em partida amistosa e venceu por 2 a 0, com gols de Thiago Almada e Lionel Messi, que chegou à marca de 800 gols na carreira.

Este foi o primeiro compromisso da seleção principal da Argentina desde a conquista da Copa do Mundo no Catar, no final do ano passado. Antes da partida, houve uma homenagem aos heróis do tricampeonato mundial argentino e uma volta olímpica pelo Monumental de Núñez.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Selección Argentina (@afaseleccion)

A Argentina agora volta a campo para enfrentar Curaçao em amistoso nesta terça-feira, com horário ainda a ser definido, no Estádio Unico Madre de Ciudades, em Santiago del Estero, na Argentina. Já o Panamá agora visita a seleção da Costa Rica, pela Liga das Nações da CONCACAF, na terça-feira às 23 horas (de Brasília).

O jogo

A Argentina dominou as ações do primeiro tempo, como esperado, mas não abriu o placar nos 45 minutos iniciais. A equipe de Lionel Scaloni teve mais posse de bola e volume de jogo, gerando chances reais de gol, mas pecou nas finalizações dentro da área adversária. A melhor oportunidade veio aos 16 minutos, com Messi cobrando falta e carimbando a trave do goleiro José Guerra.

No segundo tempo, o jogo começou a ficar frustrante para os "hermanos", que seguiram dominando, mas desperdiçando muitas oportunidades claras de gol. Aos 33 minutos, após Messi acertar a trave em mais uma cobrança de falta, Thiago Almada balançou as redes e, enfim, tirou o zero do marcador.

Após acertar a trave em duas outras oportunidades, Messi enfim marcou o seu gol, de falta, aos 44 minutos da etapa final, chegou ao gol de número 800 na carreira e fechou a conta no Monumental.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade