PUBLICIDADE
Logo do Seleção Argentina

Seleção Argentina

Favoritar Time

Messi dedica Bola de Ouro a Maradona e destaca importância da Copa do Mundo na premiação

30 out 2023 - 20h43
Compartilhar
Exibir comentários

O craque argentino Lionel Messi conquistou nesta segunda-feira a sua oitava Bola de Ouro. Aos 36 anos, o jogador do Inter Miami superou Erling Haaland e Kylian Mbappé para ser considerado o melhor jogador do mundo durante a cerimônia da revista francesa France Football. Quase um ano após conquistar a Copa do Mundo do Catar, com a Argentina, Messi destacou a importância do Mundial na premiação.

"Antes de mais nada, gostaria de agradecer à todos que votaram e me fizeram vencedor desse prêmio. E, claro, a todos os meus companheiros de seleção, isso aqui dependeu da Argentina, do trabalho de toda uma equipe. Lautaro, Julián, Dibu… É um presente para todos nós argentinos, foi histórico o que nós conseguimos", disse o jogador durante discurso de agradecimento.

Em 2022, Messi liderou a seleção argentina na conquista do tricampeonato Mundial, com sete gols, incluindo dois na grande final contra a França. A conquista do título inédito deu força para que o jogador, atualmente do Inter Miami, entrasse na disputa de melhor jogador do mundo.

Além de agradecer aos companheiros de seleção, Messi fez questão de dedicar o prêmio a Diego Armando Maradona, que completaria 63 anos nesta segunda-feira. Conhecido como "Deus" pelos argentinos, o ídolo de Boca Juniors e Napoli foi grande responsável pelo segundo título Mundial dos hermanos, em 1986.

"Também gostaria de mencionar o Diego (Maradona), hoje seria o aniversário dele. É o melhor lugar para eu desejá-lo feliz aniversário, junto com grandes jogadores, técnicos, pessoas que amam o futebol como ele… De onde você estiver, Maradona, feliz aniversário. É para você e para toda a Argentina", disse durante o discurso.

Por fim, Messi não deixou de mencionar os jogadores com quem dividiu o pódio de melhores jogadores do mundo. O craque ex-Barcelona e PSG destacou o alto nível de Mbappé, vice-campeão da Copa do Mundo, e Haaland, vencedor da Liga dos Campeões e artilheiro da temporada passada.

"Haaland e Kylian, vocês fizeram um ano incrível a nível individual e coletivo. Jogaram muito bem. Sem dúvidas, esse prêmio será de vocês nos próximos anos. Pela classe de jogadores que estou vendo nesta noite, tenho certeza que o futebol vai continuar crescendo. Participei dessa premiação vários anos, os jogadores vão mudando, mas o nível permanece", acrescentou.

Depois de conquistar a Bola de Ouro em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015, 2019 e 2021, Messi se isolou ainda mais como o maior vencedor do prêmio. O português Cristiano Ronaldo é o segundo, com cinco títulos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade