PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Argentina

Meu time

Anvisa pede saída de argentinos do Brasil após mentiras

Jogadores mentiram ao dizer que não tiveram passagem por Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia nos últimos 14 dias

5 set 2021 15h39
| atualizado às 15h58
ver comentários
Publicidade

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou, em nota oficial publicada no início da tarde deste domingo, que quatro jogadores da seleção argentina descumpriram regras sanitárias para entrar no Brasil. De acordo com o comunicado, Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero, que estão em São Paulo para disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo, devem ser colocados em quarentena e mandados de volta ao país de origem, pois mentiram na hora de desembarcar em território brasileiro.

Lo Celso é um dos atletas afetados
Lo Celso é um dos atletas afetados
Foto: EPA / Ansa

A Argentina venceu a Venezuela por 3 a 1, na última quarta-feira, na casa dos adversários, e desembarcou em Guarulhos na sexta-feira, para enfrentar o Brasil neste domingo, na Neo Química Arena. No aeroporto, os jogadores foram questionados se tiveram passagem por Reino Unido, África do Sul, Irlanda do Norte e Índia nos últimos 14 dias. Desde junho, passageiros que visitaram esses países no período de duas semanas são impedidos de entrar no Brasil, como precaução contra a disseminação da variante delta do coronavírus.

A resposta dos atletas foi negativa, mas os quatro atuaram em partidas do Campeonato Inglês entre os dias 28 e 29 de agosto. Martinez e Buendía jogam pelo Aston Villa, enquanto Lo Celso e Romero integram o elenco do Tottenham. Por isso, a entrada deles no país foi considerada ilegal, e a Anvisa notificou a Polícia Federal orientando medidas que impeçam a circulação dos argentinos.

"Diante da confirmação de que as informações prestadas pelos viajantes eram falsas, a Anvisa esclarece que já comunicou o fato à Polícia Federal, a fim de que as providências no âmbito da autoridade policial sejam adotadas imediatamente. Há notório descumprimento da Portaria Interministerial nº 655/2021 e às normas de controle imigratório brasileiro. A Anvisa considera a situação risco sanitário grave, e por isso orientou às autoridades em saúde locais a determinarem a imediata quarentena dos jogadores, que estão impedidos de participar de qualquer atividade e devem ser impedidos de permanecer em território brasileiro."

Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero treinaram normalmente no Parque São Jorge durante o sábado. A informação sobre as declarações falsas chegou à Anvisa no mesmo dia, mas o resultado das apurações só foi informado na nota oficial publicada nesta tarde, horas antes da partida contra o Brasil, marcada para 16 horas.

AFA garante escalações

Apesar da polêmica envolvendo os jogadores, a Federação Argentina de Futebol (cuja sigla é AFA) confirmou a escalação dos mesmos. "Tudo ok. Indo para o estádio normalmente", respondeu uma fonte ao ser questionada se os quatro atletas poderão entrar em campo, o que havia sido questionado pela Anvisa.

A situação, de alto risco para a seleção argentina, foi contornada e os jogadores poderão disputar o duelo, segundo a AFA.

Estadão
Publicidade
Publicidade