PUBLICIDADE
Logo do

América-RN

Meu time

Atacante do América-RN agride colega em intervalo de derrota

30 ago 2014 20h17
| atualizado às 20h46
ver comentários
Publicidade

A má fase do América-RN no Campeonato Brasileiro da Série B protagonizou um clima tenso nos vestiários alvirrubros. No intervalo da partida contra o Paraná - derrota por 3 a 2, na Arena das Dunas -, o centroavante Max agrediu o companheiro de ataque Rodrigo Pimpão, que voltou a campo com um curativo no olho para o segundo tempo. Mesmo ferido, o jogador fez o último gol da noite, que não foi suficiente para evitar o revés.

Pela atitude, Max foi suspenso por duas partidas e não enfrentará o Atlético-PR, em duelo de volta da Copa do Brasil, e o Avaí, pela Série B. Além disso, o ex-palmeirense acabou multado em 30% do salário.

Quem tratou de explicar detalhadamente a situação foi o vice-presidente de futebol, Ricardo Bezerra. "Tudo começou com uma discussão normal de jogo. Porém, o Max foi lá e deu um 'chega pra lá' no Pimpão. Isso desencadeou uma briga, e não permitimos agressões físicas no clube. Por isso, ele não vai viajar com o clube, e ainda será punido financeiramente".

Questionado sobre a situação, Pimpão minimizou o caso e preferiu discorrer sobre a atuação americana na Arena das Dunas. "Todos vocês estão vendo meu rosto como está, mas não podemos nos deixar abalar pelas brigas internas. Hoje não foi nosso dia, e fico chateado por não poder ajudar da melhor maneira. Precisamos erguer a cabeça, pois o segundo turno está aí. Porém, antes de mais nada, temos que resolver questões particulares, que não devem jamais acontecer", enfatizou.

O próximo compromisso do América-RN pela Série B será neste sábado, às 16h10 (de Brasília), diante do Avaí, na Ressacada. A equipe comandada por Oliveira Canindé vem de três derrotas consecutivas na segunda divisão nacional.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade