PUBLICIDADE
Logo do América-MG

América-MG

Favoritar Time

América: Salum fala sobre planejamento de 2024 e possível venda da SAF

Dirigente seguiu com 'cautela' sobre venda da SAF e traçou prioridades para a próxima temporada

20 dez 2023 - 15h56
(atualizado às 15h56)
Compartilhar
Exibir comentários
Presidente do América SAF, Marcus Salum fala mais sobre o futuro do clube
Presidente do América SAF, Marcus Salum fala mais sobre o futuro do clube
Foto: Reprodução/YouTube/TV Coelho / Esporte News Mundo

O presidente da SAF do América, Marcus Salum, concedeu entrevista coletiva para a imprensa na manhã desta quarta-feira (20). Em um momento de abordagem sobre vários temas sobre o dia a dia do Coelho, o dirigente do clube mineiro falou mais sobre o planejamento americano, principalmente após o rebaixamento para a Série B, a venda da SAF e outros assuntos.

POSIÇÕES DE FOCO PARA 2024

Salum admitiu a busca ainda por um executivo de futebol, revelando ter feito contatos, mas ainda n busca de um perfil mais alinhado. O presidente ainda revelou as posições de campo nas quais o América trabalha hoje para buscar no mercado. Na coletiva, o dirigente fez uma estimativa em posições vistas com mais 'carência' no elenco verde e branco, tanto na defesa quanto no meio.

- Quais são as nossas necessidades? Goleiro, porque liberamos o Aguerre e o Cavichioli. Talvez liberamos Jori ou Pasinato. (…) Já trouxemos o Dalberson, fez o ano passado no CSA e tem muito potencial. (…) A maioria dos jogadores [de defesa] está saindo. Vamos ficar com uma necessidade clara de, pelo menos, duas contratações. Volantes, vamos contratar de um a dois atletas. Jogadores de velocidade também, pois houve muitas saídas nessa posição. E centroavante, só se tiver que repor o Mastriani.

REDUÇÃO SIGNIFICATIVA NA FOLHA SALARIAL

O dirigente do Coelho falou sobre a projeção para a redução da folha. Com diversos jogadores dispensados desde o rebaixamento matemático, o clube ainda segue em processo de reformulação, com mais possibilidades de desligamentos pela frente. Salum projetou qual seria a possível redução da folha salarial, para o ano de 2024.

- O América já desligou 13 ou 14 jogadores. (…) Só aí você vai ver uma liberação expressiva da nossa despesa. Ainda temos algumas liberações em andamento que estamos fazendo. Na folha, a previsão inicial é uma redução de 20 à 25%. Ela ainda não está pronta, partimos no número mínimo de R$ 3 milhões ou R$ 3,5 mi, e vamos avaliar baseado na receita de 2024.

E A VENDA DA SAF!?

Questionado pelo Esporte News Mundo sobre uma possível venda próxima de ocorrer da Sociedade Anônima do Futebol, Marcus Salum voltou a ter tom de 'cautela' com relação à entrada de investidores. Nesta semana, em entrevista do dirigente para a Rádio Itatiaia, o mandatário confirmou a proposta de um grupo austríaco no valor de 120 milhões de Euros, por 90% da SAF do América.

- O América não está na iminência de vender a SAF hoje. Nós ainda não o fizemos por não nos sentirmos seguros. (…) Não estamos trabalhando este ano pensando em iminência de vender a SAF, vou explicar no fechamento [ao Conselho] o que o América precisa em relação, e o processo, que as pessoas não entendem.

Ainda sobre a SAF, Salum ressaltou o recebimento de outras propostas, e a diretoria ainda está estudando qual seria a opção mais viável. Entretanto, ao mesmo tempo, enfatizou a necessidade de seguir com foco sem a venda efetivada. O presidente da SAF ainda abordou quais serão os objetivos do Coelho para 2024, cogitando até o título da Segunda Divisão.

- Esse ano [de 2024], vamos voltar para a essência quando estava na Série B. Vai disputar o Mineiro e a Série B para ser campeão, e vai ter que fazer uma boa Copa do Brasil. (…) A SAF é uma coisa que pode acontecer toda hora. Até nos atrapalha um pouco por recebermos muito assédio, e tira um pouco do foco. Temos uma proposta que estamos estudando, outro dia saiu na mídia, e tem outras que não param de chegar. Um dia vai acontecer, mas o América tem que sobreviver e trabalhar sem a SAF.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade