PUBLICIDADE

'Taesa (TAEE11) pode manter dividendos enquanto reduz alavancagem', afirma XP

2 dez 2023 - 11h59
Compartilhar
Exibir comentários

A Taesa (TAEE11) segue forte no setor de transmissão de energia, e seu nível de alavancagem, a princípio, não é um problema. Segundo relatório da XP publicado nesta última sexta-feira (1º), os analistas acreditam que a empresa do setor elétrico será capaz de conciliar a desalavancagem com a distribuição de dividendos.

Essa afirmação da XP veio após o "Investor Day", evento corporativo que a companhia abre as portas para especialistas e investidores.

A Taesa deixou claro que seu nível de alavancagem ideal é inferior a 4,0x. "Isso lhes permite equilibrar o pagamento de dividendos e a otimizar sua estrutura de capital", afirmam os analistas.

Diante desses números, a XP mantém sua recomendação neutra para os papéis de TAEE11, com preço-alvo de R$38/unit.

Além disso, durante o evento, a Taesa mostrou seu papel no apoio à transição energética brasileira. Seu objetivo é contribuir com a expansão do segmento de transmissão, para aumentar ainda mais a diversificação das fontes de energia e manter a confiabilidade do sistema.

Os projetos de reforços e melhorias em suas linhas foram aprovados, com investimentos de R$ 400 milhões nos próximos 2 anos.

A estratégia da companhia continua no setor de transmissão. A empresa não pretende expandir sua operação para o exterior nem fazer qualquer reciclagem de capital.

Os resultados de Taesa (TAEE11) do terceiro trimestre 3T2023

A empresa transmissora de energia teve um lucro líquido consolidado, pelo IFRS, de R$ 278,9 milhões no trimestre, redução de 7,8%.

Considerado os nove primeiros meses de 2023, o lucro da empresa atingiu R$ 886,1 milhões, redução de 37,9% em base anual de comparação.

Já o lucro líquido regulatório consolidado da Taesa foi de R$ 330,2 milhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 11,6% em relação ao mesmo período de 2022. Já no acumulado do ano até setembro, o lucro regulatório da empresa foi de R$ 792,0 milhões, elevação de 19,7%.

Os próximos dividendos e JCP da Taesa (TAEE11) serão de R$ 0,19 por ação ordinária, enquanto o valor por unit será de R$ 0,59. O pagamento será realizado no dia 15 de dezembro.

Suno
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade