PUBLICIDADE

Salários milionários, investimentos e empresas: o patrimônio diversificado de Daniel Alves

Ex-jogador construiu uma fortuna milionária que não provém apenas dos salários como jogador de futebol

22 fev 2024 - 12h26
(atualizado às 12h42)
Compartilhar
Exibir comentários
A Seção 21 do Tribunal de Barcelona condenou o jogador de futebol Dani Alves a quatro anos e seis meses de prisão por agredir sexualmente uma jovem de 23 anos
A Seção 21 do Tribunal de Barcelona condenou o jogador de futebol Dani Alves a quatro anos e seis meses de prisão por agredir sexualmente uma jovem de 23 anos
Foto: Getty Images

Condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por estuprar uma mulher dentro de uma casa noturna em Barcelona, na Espanha, o ex-jogador Daniel Alves construiu uma fortuna milionária que não provém apenas dos seus salários como jogador de futebol, mas também dos seus investimentos e empreendimentos fora do campo.

O último contrato de Daniel Alves foi com o clube mexicano Pumas, onde recebia um salário mensal superior a 300 mil euros, o equivalente a R$ 1,6 milhões na cotação atual. Ao longo de sua carreira, o ex-lateral passou por clubes de elite como Barcelona, Sevilla, Juventus e PSG, ganhando salários significativos.

No Barcelona, time que o brasileiro representou por nove anos, ele faturava cerca de 10 milhões de euros por ano (cerca R$ 53 milhões). O São Paulo ainda paga mensalmente o valor de R$ 450 mil para o ex-lateral. Os valores foram acordados quando ele rescindiu o seu contrato com a equipe, em 2021. Os vencimentos vão durar até 2026, quando o jogador provavelmente ainda estará preso.

Embora os salários como atleta tenha sido a principal fonte de renda para o crescimento de seu patrimônio, Daniel Alves possui uma série de investimentos em empresas diversas que lhe dão lucro diário. Na área empresarial, por exemplo, Alves fundou a Flashforward Group, agência de representação de jogadores de futebol que dirige com a ex-mulher, Dinorah Santana. 

Daniel Alves e Dinorah Santana também são sócios da Cedro Esports, empresa focada em direitos de imagem de atletas. Fora do mundo do esporte, o ex-futebolista também aventurou-se na gastronomia com a rede de restaurantes Alquimia Fogo. Na pandemia, como em outros negócios, a rede teve que encerrar as atividades.

O ex-atleta também é dono de uma loja de roupas em Barcelona, a DM3 Fashion Moda, tem sua própria marca de óculos, a Bam Bam, e a Treendbam Look Society, que comercializa roupas e calçados.

A defesa de Daniel Alves declarou no julgamento que o ex-jogador vive uma situação econômica “bastante preocupante”. Entretanto, segundo o jornal espanhol Marca, o patrimônio total do ex-lateral é de 55 milhões de euros (aproximadamente R$ 295 milhões).

Condenação

A Seção 21 do Tribunal de Barcelona condenou o jogador de futebol Dani Alves a quatro anos e seis meses de prisão por agredir sexualmente uma jovem de 23 anos nos banheiros da área VIP da boate Sutton, em Barcelona, no início da madrugada do dia 30 para 31 de dezembro de 2022.

Caso Daniel Alves: quem foram as principais testemunhas do julgamento Caso Daniel Alves: quem foram as principais testemunhas do julgamento

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade