0

Petróleo acompanha mau humor global e cai pressionado por API e cautela com DoE

11 out 2018
08h38
  • separator
  • comentários

Os preços do petróleo operam em queda nesta quinta-feira, em meio a uma onda de vendas nos mercados globais, devido à preocupação de desaceleração do crescimento econômico mundial, o que poderia reduzir a demanda por petróleo.

Às 8h26 (de Brasília), o petróleo WTI para novembro caía 1,71%, a US$ 71,92 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para dezembro recuava 1,90%, a US$ 81,51 o barril, na ICE.

No início desta semana, o Fundo Monetário Internacional (FMI) cortou suas previsões de crescimento econômico global para este ano e para o próximo, citando o protecionismo comercial e a instabilidade nos mercados emergentes. Uma desaceleração no crescimento econômico provavelmente reduziria a demanda por petróleo, o que, segundo analistas, já está em risco devido ao aumento dos preços do petróleo.

Os preços do petróleo também estão sob pressão devido às expectativas de dados semanais. Ontem, o American Petroleum Institute (API) divulgou que estima que o volume estocado de petróleo bruto tenha subido 9,7 milhões de barris nos Estados Unidos na semana encerrada em 5 de outubro. O aumento superou a projeção de analistas consultados pela Trading Economics, que previam aumento de 370 mil barris. Hoje, às 14h00 (de Brasília), o Departamento de Energia dos EUA (DoE, na sigla em inglês) divulgará os dados oficiais.

"O risco de queda que vimos nos mercados acionários varreu outros mercados, incluindo o petróleo, onde o movimento foi agravado pelos dados da API e pelas previsões do DoE", disse Harry Tchilinguirian, diretor global de estratégia de mercados de commodities do BNP Paribas.

O mercado aguarda também pelo relatório da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) que será conhecido às 8h35 (de Brasília). Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade