0

Petrobras sobe 7% e puxa alta da Bovespa após quatro quedas

As ações preferenciais da Petrobras avançaram quase 7%, ajustando-se à alta expressiva do petróleo no final da quarta-feira

15 jan 2015
18h26
atualizado em 16/1/2015 às 09h07
  • separator
  • 0
  • comentários

A Bovespa fechou em alta nesta quinta-feira, após quatro quedas seguidas, amparado principalmente pelos fortes ganhos das ações da Petrobras, mas longe das máximas do dia, em meio à piora dos pregões em Wall Street.

<p>O Ibovespa subiu 0,80%, a 48.026 pontos; o volume financeiro alcançou R$ 7 bilhões</p>
O Ibovespa subiu 0,80%, a 48.026 pontos; o volume financeiro alcançou R$ 7 bilhões
Foto: Paulo Whitaker / Reuters

O Ibovespa subiu 0,80%, a 48.026 pontos. Na máxima do dia chegou a 48.853 pontos, em alta de 2,5%. O volume financeiro alcançou R$ 7 bilhões.

As ações preferenciais da Petrobras avançaram quase 7%, ajustando-se à alta expressiva do petróleo no final da quarta-feira, mesmo após o enfraquecimento da commodity ao longo desta sessão.

Também repercutiu a confirmação da estatal de que divulgará o balanço dia 27 de janeiro se o Conselho de Administração aprovar.

"Há muita especulação e giro com Petrobras. Dados de produção e repiques do petróleo ajudam, mas boa parte dos investidores ainda aguarda a poeira baixar", disse Frederico Lukaisus, gerente de renda variável da Fator Corretora.

Itaú Unibanco e Bradesco chegaram a avançar mais de 2%, mas fecharam em queda de 0,88% e 1,02%, respectivamente, enfraquecendo o Ibovespa na parte da tarde. A participação conjunta desses papéis no índice chega a 20%.

A desaceleração dos ganhos em São Paulo acompanhou a piora em Nova York, onde o índice S&P 500 perdia 0,54%, em uma sessão volátil, marcada por resultados corporativos e resultados fracos sobre a economia norte-americana.

A inesperada decisão do banco central suíço de, não limitar a cotação do franco suíço contra o euro, também repercutiu nos negócios.

Nova queda na educação
As ações das empresas de comunicação Kroton e Estácio voltaram a recuar, conforme agentes financeiros seguem apreensivos quanto às recentes mudanças nas regras dos programas de financiamento ao ensino.

Havia no mercado expectativa de reunião entre o setor educacional e o governo federal nesta semana sobre as recentes mudanças no Fies. Consultado, o Ministério da Educação disse que não há nada marcado oficialmente nesta semana.

Na véspera, o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo (Semesp) enviou ofício ao ministério pedindo revisão das alterações das regras do Fies, citando que algumas delas, "impactam fortemente o planejamento das instituições de ensino".

Outras ações
Algumas ações do setor elétrico, principalmente de companhias geradoras como a Cesp também recuaram, com incertezas ainda presentes no setor. Analistas do Itaú BBA escreveram em relatório recente que esperam resultados piores para a companhia em razão do cenário hidrológico pior do que o previsto, agravando o déficit de geração hidrelétrica.

<p>As ações das empresas de comunicação Kroton e Estácio voltaram a recuar; agentes financeiros seguem apreensivos com as mudanças nas regras do Fies</p>
As ações das empresas de comunicação Kroton e Estácio voltaram a recuar; agentes financeiros seguem apreensivos com as mudanças nas regras do Fies
Foto: Paulo Whitaker / Reuters

Os papéis da Multiplan avançaram 3,32%, em meio à repercussão positiva de analistas, após a empresa divulgar que as vendas em shoppings no quarto trimestre somaram R$ 4,1 bilhões, alta de 11,3%.

A Vale experimentou uma trégua, após despencar 8% na véspera, com as preferenciais fechando em alta de 0,82%.

Embraer subiu 0,79% após perdas expressivas na quarta-feira. O Credit Suisse elevou a recomendação para o ADR (recibo de ação nos Estados Unidos) da fabricante de aeronaves para "neutra".

Ainda na aviação, a canadense Bombardier suspendeu programa envolvendo a aeronave Learjet 85 e disse que está demitindo cerca de 1 mil funcionários devido à demanda fraca por jatos executivos, área em que a Embraer tem atuação.

Marfrig fechou em alta de 6,85%, após anúncio da saída de Sérgio Rial e entrada do executivo Martin Secco Arias para assumir a presidência-executiva. Na véspera, os papéis haviam recuado com força no final do pregão.

Carro mais econômico do Brasil faz 16,8 km/l; veja lista Carro mais econômico do Brasil faz 16,8 km/l; veja lista

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade