PUBLICIDADE

Não Caia Nessa

Como evitar golpes e fraudes digitais? Governo lança sites com dicas

Iniciativa da Anatel lista os golpes mais comuns e traz orientações para a população se prevenir e para a proteção das crianças

19 out 2023 - 12h28
(atualizado às 12h35)
Compartilhar
Exibir comentários
Sites lançados pela Anatel têm como objetivo auxiliar a população a se prevenir contra golpes e oferecer ferramentas para o desenvolvimento de habilidades digitais.
Sites lançados pela Anatel têm como objetivo auxiliar a população a se prevenir contra golpes e oferecer ferramentas para o desenvolvimento de habilidades digitais.
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil / Estadão

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou na terça-feira, 17, dois sites que têm como objetivo auxiliar a população a se prevenir contra golpes, além de oferecer ferramentas para que o uso da internet seja mais seguro por meio do desenvolvimento de habilidades digitais.

No primeiro site, de dicas contra fraudes e golpes, que pode ser acessado neste link, a Anatel lista os golpes mais comuns atualmente e orienta como é possível se prevenir contra cada um deles - além de como resolver caso a pessoa caia em alguma dessas situações.

Entre os golpes listados pela Anatel, estão o golpe do WhatsApp falso, em que o criminoso se passa por uma pessoa, usando sua foto em um perfil de Whatsapp com número desconhecido, e tenta aplicar golpes em seus contatos; o golpe da falsa central de atendimento, em que criminosos entram em contato com a vítima informando algum problema em um banco ou empresa conhecida, indicam um número 0800 falso e tentam obter dados, vantagens financeiras ou acesso ao celular da vítima quando ela faz a ligação; entre outros (veja todos os golpes listados pela Anatel e como se proteger de cada um nesta matéria).

Segundo Gustavo Borges, superintendente de Controle de Obrigações da Anatel, o site será atualizado periodicamente. "As fraudes mudam de semana para semana. Por isso, é preciso estar sempre alerta e vigilante", disse.

A página ainda aponta diversas ações que os consumidores devem tomar para aumentar sua segurança digital. As dicas são separadas por tema: dados pessoais, senhas, serviços bancários, compras online, e-mail, rede wi-fi, redes sociais, celular, computador e proteção de crianças e adolescentes. A Anatel também detalha como ocorrem suas comunicações com os consumidores, para que eles evitem cair em tentativas de golpes que usam o nome da agência.

O segundo site lançado pela Anatel, sobre habilidades digitais, pode ser acessado neste link. A página traz indicações de cursos gratuitos com foco no desenvolvimento de habilidades digitais, essenciais para se ter uma vida online segura, além de materiais educativos produzidos pela Anatel e outras entidades, relatórios, documentos e estudos a respeito do assunto. Também fornece conteúdos e materiais gratuitos sobre a proteção das crianças no ambiente digital, com foco tanto em pais como em professores.

"A boa notícia é que essas habilidades podem ser aprendidas por qualquer pessoa, independentemente de sua idade ou nível de experiência", afirmou a superintendente de Relações com Consumidores, Cristiana Camarate. "A expectativa é que até 2027 o Brasil esteja entre os 20 países com os cidadãos mais bem capacitados para exercer sua cidadania digital", disse.

O lançamento dos portais faz parte da campanha Outubro CiberSeguro da Anatel, que conscientiza sobre a importância do combate às ameaças online e tem iniciativas como o Movimento #FiqueEsperto, pelo qual são enviadas mensagens com dicas de segurança aos consumidores, além de postagens nos canais institucionais dos parceiros da iniciativa. A Anatel prevê uma nova ação do #FiqueEsperto em breve. / COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA BRASIL

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade