PUBLICIDADE

Minério de ferro de Dalian cai pelo quarto dia devido a preocupações com demanda da China

22 fev 2024 - 08h28
Compartilhar
Exibir comentários

Os contratos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian caíram pela quarta sessão consecutiva nesta quinta-feira, em meio a preocupações com a demanda de aço na China, principal mercado consumidor do minério, enquanto os preços em Cingapura subiram devido à queda do dólar.

O contrato de maio do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com queda de 1,49%, a 893,5 iuanes (124,28 dólares) a tonelada.

Apesar de Pequim ter tomado novas medidas para resolver os problemas no setor imobiliário, o mercado não espera que a demanda por moradias se recupere tão cedo, disseram analistas do banco ANZ em uma nota.

A incerteza no setor de infraestrutura, depois que Pequim ordenou que alguns governos locais endividados interrompessem alguns projetos, também está lançando sombra sobre as perspectivas da demanda de aço, disseram os analistas.

"O aumento na demanda de minério será relativamente lento no curto prazo, já que a demanda downstream ainda não se recuperou e é difícil ver qualquer melhoria óbvia nas margens do aço", disseram analistas da Sinosteel Futures em uma nota.

Enquanto isso, o minério de ferro de referência para março na Bolsa de Cingapura subiu 0,15%, para 119,25 dólares a tonelada.

O índice do dólar caiu, tornando as cargas precificadas em dólar mais baratas para os detentores de outras moedas. [USD/]

O ex-ciclone tropical Lincoln deve voltar a ganhar força de ciclone na noite de quinta-feira, atingindo o noroeste da Austrália, informou o departamento de meteorologia do país, conforme os portos da região começaram a retirar os navios do local.

"Vale a pena monitorar o impacto do clima sobre os embarques; além disso, ainda há uma forte expectativa de aumento da produção depois que a demanda de aço downstream possa mostrar sinais de melhora até o final de fevereiro", disseram analistas da First Futures em uma nota.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade