PUBLICIDADE

6 carreiras para quem gosta de tecnologia e internet

Especialistas listam carreiras promissoras que combinam inovação, criatividade e chance de moldar o futuro

20 jun 2024 - 12h03
Compartilhar
Exibir comentários

O universo da tecnologia e da internet está em constante expansão, oferecendo uma gama crescente de oportunidades profissionais. Conforme o relatório Future of Jobs 2023, do Fórum Econômico Mundial, quase um quarto (23%) dos empregos no mundo devem mudar nos próximos cinco anos devido à crescente adoção de tecnologias digitais e inteligência artificial.

O mercado tecnológico oferece uma gama de oportunidades profissionais
O mercado tecnológico oferece uma gama de oportunidades profissionais
Foto: Smile Studio AP | Shutterstock / Portal EdiCase

As projeções indicam que o aumento dos empregos em ocupações de tecnologia será duas vezes mais rápido do que o crescimento geral do emprego nos EUA até 2034, segundo a CompTIA. Para aqueles que se sentem atraídos por este mundo digital, há várias carreiras promissoras que combinam inovação, criatividade e chance de moldar o futuro.

A seguir, destacamos algumas das áreas mais interessantes para quem é apaixonado por tecnologia e internet. Confira!

1. Governança de dados

A governança de dados envolve um conjunto de práticas, processos e políticas destinadas a assegurar a qualidade, a segurança e o uso ético dos dados. Com o advento da inteligência artificial (IA), esses aspectos se tornam ainda mais essenciais. Sem uma gestão apropriada, as organizações correm riscos consideráveis.

"Sem uma governança robusta, há riscos significativos de violações de privacidade e uso indevido de dados, levando a prejuízos financeiros e danos à reputação. Com regulamentações como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) no Brasil e o GDPR (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados) na Europa se tornando mais rigorosas, as empresas precisam garantir que suas práticas de IA estejam em conformidade com essas leis para evitar sanções legais", afirma o business development director da Keyrus, Paulo Simon.

2. Tecnologia da informação

A demanda por profissionais qualificados está crescendo exponencialmente no setor de tecnologia da informação. Um estudo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostra que, até 2025, serão criados quase 800 mil novos postos, mas o Brasil forma pouco mais de 53 mil profissionais de tecnologia por ano - o que deve abrir um déficit de 532 mil pessoas para trabalhar na área.

Para o especialista em dados e inovação e professor de MBA da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Kenneth Corrêa, o crescimento exponencial da demanda por profissionais qualificados na área de tecnologia da informação e análise de dados reflete a urgente necessidade de uma resposta estratégica por parte das empresas e instituições de ensino.

"O dado alarmante apresentado pelo estudo da Brasscom evidencia não apenas uma lacuna entre a oferta e a demanda de talentos, mas também um desafio fundamental para a competitividade e o desenvolvimento do país", declara.

O mercado tem demandado cada vez mais profissionais especializados em inteligência artificial
O mercado tem demandado cada vez mais profissionais especializados em inteligência artificial
Foto: Prostock-studio | Shutterstock / Portal EdiCase

3. Inteligência artificial e robótica

A inteligência artificial e a robótica emergem como soluções primordiais. Essas tecnologias podem aumentar a produtividade, reduzir custos de produção e até mesmo criar empregos em diversas áreas do mercado. No entanto, sua implementação também apresenta desafios, especialmente no que diz respeito ao mercado de trabalho e sua aceitação.

Dados do relatório da Resume Builder revelam que 37% das empresas que usam a IA afirmam que a tecnologia substituiu trabalhadores em 2023. A mesma pesquisa aponta que 44% das empresas pesquisadas dizem que a IA levará a demissões em 2024.

"Com a IA revolucionando diversas indústrias, especialistas nessa área são responsáveis por desenvolver algoritmos e sistemas que permitem às máquinas realizarem tarefas que normalmente requerem inteligência humana, como reconhecimento de fala, visão computacional e tomada de decisões. Neste cenário, a IA tem se tornado cada vez mais promissora", pontua o CEO da Advisor10X AgileTech e especialista em tecnologia e negócios, Antonio Muniz.

4. Marketing de dados

O conceito de marketing de dados, também conhecido como data-driven marketing, refere-se à estratégia de coleta, análise e uso de dados para direcionar ações de marketing que sejam cada vez mais eficientes, personalizadas e voltadas ao perfil e necessidades específicas de cada cliente ou segmento de clientes.

Na prática, essa abordagem tem como principal objetivo oferecer ideias valiosas e aprimorar a tomada de decisões estratégicas, visando ampliar engajamento, satisfação, retenção e, consequentemente, o retorno sobre o investimento de campanhas e ações de marketing.

Conforme Kenneth Corrêa, em uma era de crescente digitalização e mudanças radicais do comportamento do consumidor, o marketing de dados oferece o caminho para manter-se à frente, identificando tendências emergentes e entendendo as mudanças nas preferências do consumidor. "Assim, a adequação das estratégias e ofertas se torna mais ágil e eficiente. De nada adianta o produto certo, para a pessoa certa, mas na hora errada", comenta.

Funções de desenvolvimento de software e engenharia são algumas das mais procuradas
Funções de desenvolvimento de software e engenharia são algumas das mais procuradas
Foto: Mix and Match Studio | Shutterstock / Portal EdiCase

5. Engenharia de Software

A Engenharia de Software é a disciplina que envolve desenvolvimento, implementação e manutenção de sistemas de software. Profissionais dessa área utilizam princípios de engenharia e técnicas de programação para criar softwares que atendam às necessidades específicas de usuários e empresas.

Segundo o Bureau of Labor Statistics dos EUA, a demanda por desenvolvedores de software está projetada para crescer 25% até 2031, muito mais rápido do que a média para todas as ocupações.

"Outro estudo interessante para se analisar é o relatório da CompTIA, que revela que as funções de desenvolvimento de software e engenharia são algumas das mais procuradas no setor de tecnologia, com um aumento significativo na criação de novos empregos previstos para até o final de 2024. Este crescimento é impulsionado pela expansão contínua da economia digital e pela necessidade constante de inovações tecnológicas", analisa Antonio Muniz.

6. E-sports

A indústria de jogos e esportes eletrônicos tem crescido exponencialmente, oferecendo diversas oportunidades. Há vagas para diversas especialidades, desde jogadores profissionais até criadores de conteúdo e gerentes de equipe. Profissionais dessa área podem se especializar em desenvolvimento de jogos, streaming e competições de e-sports.

O faturamento dessa indústria foi de US$ 184,4 bi em 2022 e chegará a US$ 211,2 bilhões em 2025, segundo a Newzoo, maior consultoria especializada nos números deste setor. Os dados são otimistas e revelam as perspectivas promissoras que estão surgindo para aqueles que buscam se especializar nesta área.

Segundo o CEO do Team Solid, Marcos Guerra, hoje o cenário de e-sports é novo e em franco crescimento. Muitas posições já estão se consolidando, porém, ainda existe ainda muito espaço para se consolidar carreiras. Por isso, ele deixa uma dica importante para quem deseja atuar neste segmento.

"Independentemente do que se propor a fazer, faça o melhor que você puder, com estudo, foco e dedicação, isso é tão importante quanto ter o 'dom para isso'. E principalmente, se divirta durante o processo, para que quando chegar lá, seja prazeroso e não um fardo", conclui.

Por Letícia Carvalho

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade