PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Geraldo Alckmin e mais autoridades lamentam morte de Abílio Diniz

Criador do grupo Pão de Açúcar estava internado no hospital Albert Einstein onde morreu em decorrência de uma insuficiência respiratória

18 fev 2024 - 22h31
(atualizado às 23h26)
Compartilhar
Exibir comentários
Empresário Abílio Diniz morreu aos 87 anos neste domingo, 18
Empresário Abílio Diniz morreu aos 87 anos neste domingo, 18
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Políticos, autoridades usaram as redes sociais para lamentar a morte do empresário Abílio Diniz na noite deste domingo, 18, aos 87 anos. O ex-presidente do Grupo Pão de Açúcar, empresa que fundou, morreu em decorrência de uma insuficiência respiratória. 

O empresário estava internado no Hospital Albert Einstein em São Paulo e deixa cinco filhos, esposa, netos e bisnetos.

O vice-presidente Geraldo Alckmin foi um dos políticos a prestar solidariedade: "Recebi com grande pesar a notícia do falecimento de Abílio Diniz, um dos maiores empresários brasileiros. Sua vitalidade, dedicação ao trabalho e fé no Brasil formaram grandes lições de vida. Que seu exemplo continue a inspirar as próximas gerações de empresários no Brasil", escreveu ele no X, antigo Twitter. 

A irmã de Abílio, Lucília Diniz, também publicou homenagem ao empresário: "Hoje o inacreditável aconteceu: o Abílio nos deixou. Perco meu irmão mais velho, meu primeiro mentor, meu ex-sócio aguerrido e, sobretudo, um dos meus amigos mais queridos", escreveu em uma rede social.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade