0

Você mora de aluguel? Saiba quando o preço pode subir

O reajuste só pode ocorrer no período determinado pelo contrato ou se ocorrer a anuência entre o locador e o locatário

  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com tantos aumentos neste início de ano, o consumidor deve ficar atento a abusos. O aluguel é alvo de várias reclamações, já que os locadores apontam inflação alta e outros custos como desculpa para o reajuste. 

Os aluguéis, por exemplo, são, normalmente, regulados por contrato e só podem ter o valor acrescido no período determinado pelo documento ou se ocorrer a anuência entre o locador e o locatário, explica o advogado Agnelo França Júnior, sócio do escritório Della Mea, França Jr & Guedes da Silveira.

"Sem a referida concordância de ambas as partes, o locador somente poderá pedir o reajuste através de uma ação revisional", destaca o especialista em direito do consumidor. 

As correções monetárias também devem ter anuência para que o reajuste tenha validade
As correções monetárias também devem ter anuência para que o reajuste tenha validade
Foto: Dollar Photo Club

Da mesma forma as correções monetárias também devem ter anuência para que o reajuste tenha validade. Se o locador insistir no aumento, o locatário pode fazer uma denúncia ao Procon e, se for o caso, entrar na Justiça. 

"Com o término do contrato, no entanto, o locador pode exigir que o inquilino desocupe o imóvel ou assine novo acordo por prazo determinado e, neste, não há impedimento para ocorrer um aumento além do reajuste disposto no contrato anterior", esclarece Agnelo. 

Veja também:

Eldorado Expresso: Fome no Brasil
Fonte: Padrinho Agência de Conteúdo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade