PUBLICIDADE

Healthtech Omni inicia operação apoiada por seed de R$ 5 milhões

Nova startup do cofundador da Conexa Saúde e Cannect Life vai ofertar planos de medicamentos para o B2B

29 jun 2023 - 06h01
(atualizado às 08h34)
Compartilhar
Exibir comentários

Healthtech nova na área. É a Omni Saúde, terceira startup de saúde do empreendedor Fernando Domingues, que se juntou a Leopoldo Veras para dar vida ao negócio. Fernando também é cofundador da Conexa Saúde, que já captou mais de R$ 250 milhões, e do marketplace de cannabis medicinal Cannect Life, que prevê vender mais de R$ 30 milhões em produtos. Focado no B2B, o novo negócio chega para democratizar o acesso a medicamentos por meio da sua tecnologia. 

Foto: Canva / Startups

Para apoiar a estruturação da startup e o desenvolvimento do produto e suas tecnologias, a Omni Saúde levantou um seed de R$ 5 milhões liderado pela VEC Investments. Também participaram da rodada empresários, médicos e executivos do setor de saúde, como Arthur Farme (ex CFO da SulAmérica), Roberto Botelho (presidente da fundação Adib Jatene), Mário Chady, (empreendedor Endeavor e cofundador do Grupo Trigo), e outros.

Na prática, a healthtech oferece um plano de medicamentos inteligente, 100% digital e independente da indústria e do varejo farmacêutico, que funciona como um saldo para a compra de remédios em qualquer farmácia do país. A empresa contrata a Omni e, a partir daí, o funcionário tem um saldo mensal para compras de medicamentos via Pix, direto pelo aplicativo da healthtech, podendo retirá-los em qualquer farmácia. 

Um adendo aqui, o plano só permite a compra de remédios tarjados, ou seja, aqueles que precisam de prescrição médica para serem liberados. "Diferente de planos de desconto como os ofertados pela Caju e Flash, na Omni o plano é independente, não vinculado a redes de farmácia", ressalta Fernando em conversa com o Startups

Os fundadores da Omni Saúde: Fernando Domingues e Leopoldo Veras
Os fundadores da Omni Saúde: Fernando Domingues e Leopoldo Veras
Foto: Divulgação / Startups

Para garantir a segurança dos dados que serão hospedados no app, o sistema utilizado conta com segurança bancária, inteligência artificial, reconhecimento facial e outras tecnologias, sem abrir mão da experiência e simplicidade para os usuários.

Segundo Fernando, em um primeiro momento a Omni vai atender médias empresas, com a meta de alcançar 50 mil vidas até o fim do ano. Em 2 anos, a healthtech quer chegar a 300 mil vidas usando seus planos de medicamento. A estratégia para escalar o negócio será apoiada por uma série A, que a startup projeta para o primeiro trimestre de 2024 com o objetivo de captar, no mínimo, R$ 15 milhões.

Startups
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade