PUBLICIDADE

FORME levanta R$ 1,2 mi para levar educação financeira a mais escolas

Edtech pretende usar o pré-seed em ganho de escala, com meta de chegar a um faturamento de R$ 8 milhões até 2025

28 jun 2023 - 08h01
Compartilhar
Exibir comentários

A FORME, startup que leva educação financeira para as escolas, fechou o seu segundo aporte em 3 anos de operação. Depois de obter um investimento anjo de R$ 200 mil em 2021, a edtech acaba de captar um pré-seed de R$ 1,2 milhão que será destinado principalmente para ganho de escala.

Foto: Divulgação / Startups

Os recursos serão direcionados para áreas estratégicas, como marketing, vendas e tecnologia, permitindo que a FORME expanda ainda mais suas atividades e alcance mais escolas e alunos. Atualmente a startup atende mais de 250 escolas (a maioria particulares) em 22 estados e no Distrito Federal, além do Canadá, Alemanha e Portugal, por meio do homeschooling, ou educação domiciliar.

Em conversa com o Startups, o cofundador e CEO da FORME, Bruno Lewis, conta que pretende investir 70% do dinheiro em ganho de escala e os outros 30% em experiência do cliente e tecnologia, com novos lançamentos previstos para outubro. As novidades incluem um app gamificado para os alunos poderem aprender educação financeira também em suas casas, além de um desenho animado "A Galinha Pintadinha da educação financeira" para crianças entre 3 e 5 anos.

"Essa nova rodada representa uma grande conquista para nós e deve contribuir muito para alcançarmos um faturamento de R$ 8 milhões até 2025", diz Bruno. Segundo ele, a projeção para este ano é de um faturamento de R$ 3 milhões, sendo que 75% da cifra já foi alcançada.

Participaram da rodada pré-seed a Ventiur, FEA Angels, Angels Wallet, Core Angels Edutech e o fundo Microlumbia, da Columbia Business School de Nova Iorque.

Jacques Hamadani, Filipe Augusto e Bruno Lewis, cofundadores da FORME
Jacques Hamadani, Filipe Augusto e Bruno Lewis, cofundadores da FORME
Foto: Divulgação / Startups

Sistema de ensino

A FORME foi fundada em 2020 pelos sócios Bruno Lewis (CEO), Jacques Hamadani (CMO) e Filipe Augusto (diretor comercial), com o objetivo de capacitar escolas do ensino básico a formar alunos financeiramente conscientes.

A edtech oferece um sistema de ensino com tecnologia e materiais didáticos exclusivos - desenvolvidos por um time pedagógico próprio - alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), além da plataforma FORME Academy, que fornece treinamento e suporte pedagógico durante todo o ano letivo para os professores das escolas parceiras.

O programa contempla o ensino infantil, fundamental I e II, com materiais específicos para cada faixa etária, aplicado em 1 hora-aula por semana. O ganho de receita da startup vem da assinatura anual contratada pelas escolas, custando a partir de R$ 200 por aluno.

Startups
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade