PUBLICIDADE

40% dos profissionais querem pedir demissão do emprego atual

54% dos trabalhadores relatam exaustão enquanto 47% alegam falta de reconhecimento

5 jan 2023 - 03h00
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Adobe Stock

Desde janeiro de 2021, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu o burnout como uma síndrome ocupacional, definindo-a como um estado de esgotamento físico e emocional que pode afetar trabalhadores em qualquer posição ou setor. 

Uma série de fatores ilustra um cenário de insatisfação e exaustão no ambiente de trabalho: 40% dos profissionais têm vontade de pedir demissão do emprego atual, segundo o relatório de bem-estar 2022 da Betterfly, plataforma de benefícios corporativos que integra bem-estar, proteção financeira e impacto social. 

Enquanto 54% dos trabalhadores relatam sentir exaustão, 50% afirmam sobrecarga de trabalho. A falta de reconhecimento também é um problema para 47% dos profissionais. 

“É urgente a necessidade das organizações pensarem de forma mais ampla sobre bem-estar e criar ambientes que promovam o cuidado com o colaborador. Se a empresa deseja crescer e se manter no mercado, é preciso dedicar tempo e esforço para a retenção de talentos e o bem-estar precisa ser um pilar fundamental na estratégia do negócio”, explica Virgínia Vairo, head de Pessoas e Cultura da Betterfly no Brasil. 

Mas o que é bem-estar para você?

Quando os trabalhadores foram questionados sobre o que significa bem-estar no ambiente de trabalho, 61% afirmam que o estado está atrelado a fazer parte de uma equipe em que haja um bom ambiente de trabalho e 60% declaram  felicidade ao realizar suas tarefas. Já 48% relacionam à possibilidade de conciliar a vida pessoal com a profissional. 

“Os dados também evidenciam a necessidade das empresas e lideranças terem cada vez mais empatia com suas equipes e promoverem espaços onde o time possa ser ouvido e acolhido para melhorar pontos que possam afetar a percepção do ambiente de trabalho para que seu comprometimento, pertencimento e engajamento possam aumentar”, acrescenta Virgínia. 

Para o levantamento, a Betterfly ouviu mais de 4 mil trabalhadores em países como Brasil, Chile, Argentina, Colômbia, Espanha, Equador, México e Peru. A pesquisa foi realizada entre 27 de setembro e 06 de outubro, com homens e mulheres entre 18 e 65 anos. Os participantes tiveram a possibilidade de escolher mais de uma alternativa em suas respostas. 

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da COMPASSO, agência de conteúdo e conexão. Conheça nossas soluções e entre em contato.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade