PUBLICIDADE

IR 2023: Programa Meu Imposto de Renda é liberado; veja como baixar e usar

Prazo para entrega da declaração começa apenas no dia 15 de março

9 mar 2023 - 07h30
(atualizado em 14/3/2023 às 16h36)
Compartilhar
Exibir comentários
IR 2023: Programa Meu Imposto de Renda é liberado; veja como usar
IR 2023: Programa Meu Imposto de Renda é liberado; veja como usar
Foto: Divulgação

A Receita Federal liberou, nesta quinta-feira, 9, o download do programa para declarar o Imposto de Renda Pessoa Física 2023. O prazo para transmissão dos dados para a prestação de contas ao Fisco, porém, começa no dia 15 de março e vai até 31 de maio. 

A antecipação do download tem como objetivo evitar possíveis congestinamentos no site com o início do prazo para a entrega da documentação. É possível baixar o programa para computadores neste link.

Veja abaixo o passo a passo de como usar o Meu Imposto de Renda.

Como baixar o programa da Receita Federal?

Para usar o app Meu Imposto de Renda é necessário baixar a versão compatível com seu aparelho celular ou computador  – Android, iOS, Windowns, Linux ou MacOS. Para ter acesso, informe o seu CPF e data de nascimento.

Uma lista com as declarações dos últimos cinco anos e a situação de cada uma aparecerá na tela. O IRPF do ano-base 2022 aparecerá como “não iniciada”.

Para smartphones, apesar de o aplicativo já estar disponível para download, a Receita Federal informou ao Terra que ele ainda receberá uma atualização no dia 15 de março, para que as funcionalidades da declaração do IR ano-base 2022 sejam adicionadas.

Para quem quiser se adiantar, o app já pode ser baixado para Androids pela Google Play e para iOS pela Apple Store. A partir do dia 15 de março, lembre-se que será preciso atualizá-lo para acessar as ferramentas de declaração.

Programa Gerador de Declaração (PGD) estará disponível para baixar a partir de amanhã
Programa Gerador de Declaração (PGD) estará disponível para baixar a partir de amanhã
Foto: Reprodução

Como declarar o IR?

Para iniciar a declaração no programa, toque no ícone “+” no canto inferior direito do bloco “2022”. Aparecerá duas opções: “Iniciar com a declaração do ano anterior” e “Iniciar declaração”, caso não queira usar as informações do ano anterior.

Caso você tenha a declaração do ano anterior guardada, é possível enviar o arquivo do IR para o programa pela primeira opção. 

  • Preenchendo a declaração

No menu principal do aplicativo, selecione o item “Identificação”. Nele, preencha com os seus dados pessoais e contato: título de eleitor, NIT/PIS ou Pasep, CEP, e-mail e telefone.  

Para incluir dependentes, e preciso ir no menu e selecionar “Familiares”. Insira o CPF, nome completo, data de nascimento e NIT, PIS ou PASEP de cada pessoa que for acrescentada à Dirf. 

  • Rendimentos

Na opção “Rendimentos” do menu principal do aplicativo, é preciso informar o salário, poupança, aplicações financeiras e participações em lucros que tiver.

Após preencher cada um dos rendimentos, toque no botão “salvar” no canto inferior da tela. É possível editar, incluir e apagar itens. 

  • Pagamentos 

Na opção “Pagamentos” é possível colocar suas despesas médicas, mensalidades escolares, contratação de advogados, etc. É preciso ter o nome e o CPF dos profissionais contratados e o valor pago a eles. Além disso, indique quem usou o serviço, se foi o declarante ou um dependente. 

  • Bens e dívidas 

Na opção “Bens e Dívidas” do menu principal, informe suas contas bancárias, cadernetas de poupança, veículos e imóveis no seu nome. Para dívidas, você deve informar dados do credor, o valor da pendência e o que foi pago no ano anterior.

 Assim como na aba dos rendimentos tributáveis, é possível incluir, editar e excluir itens nesta seção.

  • Como entregar a declaração

Após preencher todas as seções, volte ao menu principal e clique em “Resumo”. Assim, o programa te mostrará todas as informações sobre o total de rendimentos tributáveis e alíquotas

Ao fim da lista, você encontrará o botão “Entregar declaração”. Mas lembre-se de revisar os dados que você informou no aplicativo para evitar qualquer complicação. 

Ao entregar, você terá a opção de imprimir ou salvar em PDF. 

Prazo para a DIRF

O prazo para entregar a declaração do Imposto de Renda deste ano é de 15 de março a 31 de maio ― até 2019 as declarações eram entregues até o último dia de abril.

Assim como no ano passado, a Receita Federal vai pagar a restituição do Imposto de Renda 2023 em cinco lotes, entre 31 de maio e 29 de setembro conforme o cronograma a seguir:

  • 1º lote: 31 de maio 
  • 2º lote: 30 de junho 
  • 3º lote: 31 de julho 
  • 4º lote: 31 de agosto 
  • 5º lote: 29 de setembro

De acordo com a Receita, quanto mais cedo o contribuinte declarar seu Imposto de Renda 2023, maiores são as chances de receber a restituição nos primeiros lotes. Contudo, algumas pessoas têm prioridade nesse processo.

Este ano, por exemplo, além dos idosos, também terão prioridade os contribuintes que pedirem restituição por Pix ou que fizerem a declaração pré-preenchida.

Confira os documentos necessários para declarar o imposto de renda:
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade