PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Conheça novos negócios para atender demandas do público 60+

Empresas direcionadas para necessidades do público sênior ganham destaque no mercado

24 ago 2023 - 06h10
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Adobe Stock

Com o aumento da expectativa de vida dos brasileiros para 75,8 anos, segundo dados do IBGE, o mercado de negócios para pessoas com mais de 60 anos cresce exponencialmente. Consumindo cada vez mais, esse público é uma peça importante na engrenagem que faz a economia do país girar. 

Uma pesquisa divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta, de modo geral, para um alto poder aquisitivo entre a maioria dos idosos, representando mais de 17% entre os mais ricos do país.

Com o aumento da longevidade, cresce também a perspectiva de mercado e uma das tendências é a do setor de cuidadores. O envelhecimento da população tem impacto significativo na economia, pois requer um maior investimento em saúde e cuidados de longa duração, como destaca Artur Hipólito, sócio-diretor da Home Angels, rede de cuidadores de idosos. 

“A necessidade por esses profissionais está se ampliando rapidamente e tem implicações na economia. O aumento na procura por pessoas capacitadas cria oportunidades para a geração de empregos e pode intensificar a oferta de serviços de cuidados”, afirma ele.

Opções para os empreendedores

Com tantas informações sobre o mercado, os empreendedores têm em suas mãos uma gama de opções, porém, precisam se atentar a alguns detalhes. 

“Tanto esses usuários quanto suas famílias priorizam por serviços que ofereçam segurança, qualidade e, principalmente, personalização. Por isso, é indispensável a qualificação adequada, visto que esse também é um público com alto nível de fidelização”, completa Hipólito.

Angelo Max Donaton, CEO da Lavô, rede de lavanderias self-service, sinaliza para o impacto positivo que pequenas mudanças podem causar. 

“As lavanderias são cômodos com alto índice de acidentes domésticos. Adaptar um ambiente onde esse usuário possa lavar e secar as roupas sem a necessidade de estendê-las ou o risco de quedas por vazamento de água já é um grande diferencial de negócio. Recorrer às lavanderias é mais prático e cômodo e afirmamos isso pois percebemos um aumento significativo do público com essa faixa etária nas unidades da Lavô”, afirma Donaton.

São múltiplas as opções de serviços oferecidos e com alto valor agregado, porém a adaptação do marketing ainda é uma reclamação recorrente e que precisa ser mais elaborada. 

“Placas legíveis, ambientes adaptados e facilidade na identificação do produto ou serviço são itens mais do que básicos para quem deseja atingir esses usuários. Acima do lucro, deve-se pensar na experiência do consumidor para que esse se torne fiel ao empreendimento de forma orgânica, fazendo dessa experiência um momento positivo e que atenda suas expectativas, independente do setor” completa o CEO.

Envelhecimento mais ativo e mais saudável

O perfil dos idosos no Brasil está mudando devido a uma cultura de envelhecimento mais ativo e saudável. No entanto, muitos deles ainda passam muito tempo na cama, principalmente as pessoas com dificuldade de locomoção. Enxergando um mercado de alto potencial entre o público mais velho, a Anjos Colchões & Sofás, rede especializada em estofados e colchões, desenvolveu a linha Saúde, pensada para atender as necessidades  dos consumidores 60+.

“O colchão com a densidade correta acomoda bem as partes do corpo, o que contribui para o relaxamento das articulações e para a diminuição da pressão sobre a coluna durante a noite, distribuindo bem o peso do idoso. Em geral os nossos modelos com espuma D33 são pensados para quem gosta de um conforto mais firme, pois contribuem para a melhora dos problemas de coluna, como vícios posturais, hérnia de disco, escoliose e dores devido à compressão do nervo ciático. O consumidor nesta fase da vida valoriza ainda mais os produtos que trazem benefícios para a saúde, por isso, hoje este público representa 23% das nossas vendas”, revela Leonardo dos Anjos, diretor de franquias da Anjos Colchões & Sofás.

Saúde, beleza e bem-estar

O setor de saúde, beleza e bem-estar também vem sendo impulsionado pelos clientes mais maduros. Com a expectativa de vida cada vez mais alta, a terceira idade tem sido uma parcela representativa dos clientes da OdontoCompany, maior rede de clínicas odontológicas do mundo. 

Afinal, se um sorriso harmonioso faz diferença para os jovens e adultos, não tem como ser diferente entre os idosos. Entre aqueles serviços mais procurados, estão a colocação de prótese dentária e implantes. 

“É preciso acabar com o mito de que os idosos não devem se preocupar com a saúde bucal — pelo contrário, são pessoas que devem viver essa fase da melhor maneira e com a autoestima elevada, que refletem no aumento da qualidade de vida”, afirma Paulo Zahr, Fundador e Presidente da OdontoCompany.

“É comum que, com o avanço da idade, o paciente fique mais suscetível a algumas doenças, por isso, é fundamental a realização da anamnese, uma espécie de entrevista sobre a saúde do paciente realizada com o implantodontista, no qual se verifica as patologias presentes, o passado familiar e o histórico do paciente, sempre pensando na saúde e bem-estar para um tratamento seguro e eficaz”, finaliza Zahr.

Nessa mesma linha de melhora da autoestima e aumento da qualidade de vida também do público 60+, a Oral Sin, rede de clínicas odontológicas focada em implantes dentários, têm se preocupado há mais de duas décadas em oferecer um serviço personalizado e de qualidade para que seus pacientes da terceira idade fiquem tranquilos em todo o processo. 

“O tratamento para implantes dentários evoluiu muito. Hoje possuímos tecnologia de ponta que auxilia o paciente a superar a perda dos dentes de maneira confortável. Somente neste primeiro semestre a Oral Sin já realizou mais de 400 mil implantes dentários em todas as 500 unidades da rede, isso só ressalta a preocupação e cuidados que os idosos estão tendo com sua saúde e aparência”, afirma a Fernanda Oliani, cirurgiã dentista da Oral Sin.

Terceira idade mais tecnológica

Outra área que vem sendo demandada pela melhor idade está ligada à tecnologia. Segundo Pedro Paixão, CEO da EdTech Ultra Cursos, rede de franquias de ensino profissionalizante, cerca de 5 a 10% dos alunos da rede estão na terceira idade. A maior procura é por cursos relacionados a redes sociais e informática. 

“Esses alunos buscam por se integrar digitalmente. Além disso, há aqueles que são empreendedores e entendem a importância do seu negócio ter uma presença digital e buscam por cursos como o de marketing digital”, completa Pedro. 

A marca oferece cursos dos mais variados, que vão desde robótica e programação a inglês. Futuramente, planeja expandir a rede com escolas que oferecem cursos especializados para atender às necessidades de cada faixa etária, como, atividades para melhorar a memória de pessoas idosas.

(*) HOMEWORK inspira transformação no mundo do trabalho, nos negócios, na sociedade. É criação da Compasso, agência de conteúdo e conexão.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade