PUBLICIDADE

Amanda Dias

Como incluir as contas anuais no orçamento da sua empresa

Como fugir das contas anuais que surgem uma vez por ano e apertam o nosso orçamento? Hoje vou te ensinar a mensalizar essas despesas

19 set 2023 - 06h00
(atualizado às 08h51)
Compartilhar
Exibir comentários
Como incluir as contas anuais no orçamento da sua empresa:

Você já parou para pensar quanto a sua empresa custa por mês? Quando tentamos iniciar o controle das finanças da nossa empresa e até mesmo as finanças pessoais, iniciamos o diagnóstico pela listagem dos nossos custos mensais fixos, como água, eletricidade, internet, aluguel. Mas o que fazer com aquelas contas que são anuais? IPTU, assinatura de serviços eletrônicos como domínio de site, automatização de e-mails e etc. 

Muitas vezes, escolher serviços com pacotes anuais nos ajuda a poupar uma boa grana já que eles oferecem descontos cada vez maiores de acordo com o período que você escolhe para assinatura. Tem muita gente que até prefere não escolher esses pacotes anuais e foge dos descontos só por medo de bagunçar as contas mensais da empresa e toda a organização financeira. 

Se você é uma dessas, deixe de jogar dinheiro fora e aprenda como organizar as contas anuais dentro do orçamento mensal da sua empresa de forma simples e ainda assim, garantir muita economia. 

Como mensalizar despesas
Como mensalizar despesas
Foto:

Mensalizar o orçamento

O orçamento mensal, também conhecido como custo operacional, é tudo aquilo que você gasta para manter sua empresa ativa, sem ganhos ou perdas. É um valor fixo que deve ser arrecadado no final de todo mês para que você não saia no prejuízo. 

Mas, sabe aquelas contas anuais? Elas também devem entrar no seu orçamento mensal! Eu imagino que você deixava essas contas entrarem no orçamento só quando chegasse o mês de pagá-las, mas isso sempre dá aquele sustinho quando já estamos com o orçamento apertado, por isso, é muito melhor se você conseguir transformar uma grande despesa anual em pequenas despesas mensais. 

Para fazer isso, você precisará dividir essa despesa durante o ano e criar um espaço mais folgado no seu bolso, onde todos os meses terão o mesmo custo. Antes de mais nada, deixa eu te dar uma dica importante caso você ainda não tenha visto ela por aqui: é muito importante separar as despesas pessoais das despesas da sua empresa. 

Se for possível, e com toda certeza é, sua empresa deve ter uma conta exclusiva, com cartão de crédito e débito e acesso a serviços financeiros essenciais e de preferência sem custos ou tarifas mensais. Agora vamos lá aprender a incluir suas contas anuais no orçamento mensal? 

Divisão simples

Pode parecer a coisa mais boba, mas você vai pegar o valor da sua conta anual e vai dividir por 12 meses. O resultado vai ser o custo mensal dessa ferramenta ou serviço. Muito simples né? Mas lembra daquela conta bancária da sua empresa para separar as despesas? Bom, é com ela que você vai realizar a assinatura dos serviços anuais, para que os valores sejam cobrados através dela. 

E dessa forma você vai conseguir mensalizar suas despesas anuais e criar um controle financeiro mais estável e igual para todos os meses do ano. Lembre-se sempre que você precisa incluir essas despesas no seu orçamento mensal, porque o uso desses serviços não acontece apenas uma vez no ano, você está diariamente consumindo-o para garantir que sua empresa funcione. Caso o prazo para pagamento da conta ainda não tenha vencido, é só acumular mensalmente a porcentagem no seu caixa até chegar a data de pagamento. 

Além disso, você vai perceber que a divisão do valor total dessa conta anual vai ficar muito mais leve, pense que uma conta de R$ 1.200 paga de uma só vez pode gerar um impacto muito maior no seu orçamento do que uma conta de R$ 120 economizados todos os meses. 

Você vai ter o melhor dos dois mundos: garantia de um mega desconto ao assinar pacotes anuais bem mais em conta e a certeza de que vai conseguir manter as despesas da sua empresa em dia, pois o custo operacional médio da sua empresa será o mesmo todos os meses, sem surpresas.

Fonte: Amanda Dias
Compartilhar
Publicidade
Publicidade