PUBLICIDADE

Briga entre empresas abre destruição de Banco Imobiliário

Por decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, fabricante terá que pagar R$ 64 milhões em royalties.

21 nov 2021 08h00
ver comentários
Publicidade
Multa de R$ 64 milhões em royalties desde 2007 determina destruição de jogos
Multa de R$ 64 milhões em royalties desde 2007 determina destruição de jogos
Foto: Estrela / Reprodução

Uma briga entre empresas de jogos, a brasileira Estrela e a norte-americana Hasbro, deve fazer com que milhares de brinquedos, como Banco Imobiliário e Jogo da Vida, sejam destruídos.

As duas companhias travam na Justiça disputa pelos direitos de distribuição no mercado nacional de uma série de produtos, como os dois do parágrafo acima mais os clássicos Cara a Cara, Comandos em Ação, Detetive e Genius.

Decisão da 1ª Câmara de Direito Privado do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) obriga a Estrela a devolver os registros de propriedade industrial de 18 brinquedos da Hasbro. Além disso, estima multa de R$ 64 milhões em royalties desde 2007.

E tudo o que a empresa brasileira tiver produzido desde a publicação do acórdão, há duas semanas, terá que ser recolhido e destruído, pois não podem ser doados.

 

Homework Homework
Publicidade
Publicidade