PUBLICIDADE

Black Friday é época de ouro pra quem tem e-commerce

Mais de 56% dos consumidores preferem comprar online e 87% tem intenção de compra durante o período das promoções.

25 nov 2021 06h00
| atualizado às 11h33
ver comentários
Publicidade
O dia da Black Friday sozinho contabilizou R$ 3,86 bilhões de faturamento total em 2020
O dia da Black Friday sozinho contabilizou R$ 3,86 bilhões de faturamento total em 2020
Foto: Tumisu / Pixabay

O dia anual dos descontos se aproxima, e seja fora ou dentro da Black Friday, existem inúmeras vantagens de ter um e-commerce. Especialmente quando o meio digital não para de crescer e cada vez mais rende frutos para diversos tipos de negócios.

De acordo com uma pesquisa da Neotrust/Compre&Confie, em 2020, os e-commerces faturaram um total de R$ 7,72 bilhões entre os dias 26 e 30 de novembro. O que inclui a véspera da Black Friday e também a Cyber Monday, todo o fim de semana até a segunda-feira seguida da promoção.

Esse valor representa um crescimento de 27,7% em comparação com o ano anterior, 2019. Foram contabilizados no estudo 13,01 milhões de pedidos entre a Black Friday e a Cyber Monday, que representa aumento de 21,9% em relação ao ano anterior.

Se formos trazer o recorte apenas da véspera e o dia da Black Friday, houve um crescimento de 31% no faturamento das lojas digitais, totalizando R$ 5,1 bilhões. Já o dia da Black Friday sozinho contabilizou R$ 3,86 bilhões de faturamento total, com 5,34 milhões de pedidos.

Para este ano de 2021, o levantamento da Conversion, agência especializada na ferramenta de search engine optimization (SEO), mostra que intenção de compra do consumidor deve chegar a 87,75% durante a época de promoção. Uma expectativa 14,7% maior que a intenção de compra registrada para o ano passado.

Em relação ao e-commerce, mais da metade, 56,98%, prefere comprar em lojas virtuais e 14,81% usa aplicativos como alternativas a ir até uma loja física. O estudo aponta que a comodidade e facilidade de comprar sem sair de casa é um grande atrativo para a maior parte das pessoas.

Helio Moreira, CMO da eMutua Digital, empresa que oferece consultoria e estruturação de empresas do comércio físico para o ambiente digital, comenta sobre a importância de manter a marca em um e-commerce:

“Hoje para manter sua marca presente na cabeça dos consumidores, é preciso estar presente em todos os pontos de contato. Principalmente no online. O mesmo para manter-se ativo nas vendas, a sua empresa não pode abrir às nove horas e fechar as 18 horas. Há necessidade de ficar ativo 24 horas por dia, durante todos os dias da semana, justamente porque o seu consumidor está ativo todo esse tempo”, considera.

Cyber Monday também gera muitos benefícios para o e-commerce. Na segunda-feira que segue a Black Friday, conhecida como Cyber Monday, os descontos são direcionados com exclusividade para os e-commerces. O faturamento em 2020 neste período foi de R$ 702,71 milhões, alcançando um aumento de 41,8% em relação a 2019. O evento teve 1,52 milhão de pedidos.

Vale ressaltar que, ainda segundo o estudo da  Neotrust/Compre&Confie, 6,77 milhões de pessoas realizaram algum tipo de compra entre a Black Friday e a Cyber Monday, que resultou em um aumento de 20,9% em relação ao ano anterior. Destes compradores, 585,45 mil foram novos consumidores. Pessoas que não chegaram a participar do período de promoções em 2019.

Ter uma loja em um ambiente virtual pode gerar muitos benefícios para o dono de um negócio. Mas isso não significa que vai ser fácil. É necessário ter uma ótima estrutura e oferecer não só qualidade, mas confiança para o consumidor final durante as compras.

O comportamento de compra nos últimos dois anos mudou muito e você não pode ficar para trás. Porém, não pode fazer de qualquer jeito. Além de uma boa estratégia, vai precisar também escolher a plataforma de e-commerce certa”, afirma Helio Bover, da eMutua Digital. “E isso exige muito planejamento para que tudo saia de maneira adequada. Por isso, essa decisão é de extrema importância para os empreendedores que desejam nesse momento entrar com tudo nesse universo.”

O site Reclame Aqui revela que o principal motivo das reclamações no período de Black Friday em 2020 foi a propaganda enganosa, representando 27% das reclamações do período. Já 10% das pessoas tiveram problemas com a finalização da compra, 9% com divergência de valores, 8% relataram conflitos no recebimento do produto e 4% reclamaram que o produto não estava disponível. No total, foram registradas 9.160 reclamações no ano de 2020, em comparação com 8.800 queixas feitas em 2019. Este dado mostra que os consumidores estão cada vez mais atentos com as suas compras.

Não é apenas durante o período específico da Black Friday que o faturamento e as vendas aumentam no e-commerce. Segundo um relatório da Linx, a Black Week em 2020, por exemplo, que é a semana da Black Friday, teve um aumento de 60% no faturamento em relação ao ano anterior. O mês de novembro registrou 70% a mais de faturamento em relação ao mesmo período em 2019.

Estes dados confirmam o aumento e a maior procura de lojas digitais, o que se torna um fator essencial para qualquer negócio.

“Negócios em ambiente virtual são conduzidos em um ambiente com alcance nacional e até mesmo internacional, não limitados à geografia de um endereço específico. São, dessa forma, capazes de atingir escala com investimentos direcionados ao marketing digital, não requerendo investimentos como aluguéis e adequações de espaços físicos. Essa característica dos negócios virtuais permite que entrantes em quaisquer indústrias, munidos de uma estratégia digital adequada, consiga competitividade com players maiores em igualdade de condições, disputando tráfego para seus negócios através da geração inteligente de conteúdo e outras estratégias empregadas para atração de cliques. A eMutua oferece uma plataforma apta à entrada nesse ambiente, com um modelo de contratação onde praticamente não existe investimento financeiro antes de se obter resultado, acompanhando o sucesso de nossos clientes”, comenta Giuliano Carioca, Gestor de Projetos na eMutua Digital.

Homework Homework
Publicidade
Publicidade