PUBLICIDADE

Ratinho volta ao ar no SBT sem cassetete nem palavrão

29 abr 2009 07h26
Publicidade



Sem cassetete, sem palavrões, mas o Ratinho de sempre. Depois de um ano na geladeira, Carlos Massa volta ao SBT segunda-feira, às 17h30, com um

Ratinho não terá cassetete em seu novo programa
Ratinho não terá cassetete em seu novo programa
Foto: SBT / Divulgação

Programa do Ratinho

mais domado.

O estilo "popular, sem ser grotesco" é orientação do diretor Carlos Amorim e do patrão Silvio Santos. Ratinho está empolgado. "Fora do ar, ficava feito barata tonta em casa. Estou com tesão para voltar. Acho que o tempo afastado foi estratégia do Silvio. Não restou mágoa. Pesquisas mostraram que o público quer o Ratinho alegre e polêmico, mas sem falar palavrão. Vamos fazer o que o povo quer", resume o apresentador, que ficou esse tempo sem dar entrevistas. "Eu ia falar o quê? Que o Silvio Santos estava me f...?", dispara.

A nova atração terá informação e entretenimento. "Não vai ter nada grotesco ou sangrento, o Amorim não quer. Ele quer fazer um projeto sério e eu, um circo. Vai dar certo porque quando precisa ser sério, a gente é", brinca o apresentador.

Os exames de DNA vão continuar. "Agora vai ser na dose certa. No programa passado exageramos", assume. "E vou ter uma banda. Foi uma troca, já que tive de ficar sem o cassetete", pondera.

Fora do ar, Ratinho chegou a conversar duas vezes com a Band. "Mas os horários que me deram eram muito ruins. Nunca quis sair do SBT. Quando fechei acordo com o Silvio, saí da sala e funcionários aplaudiram no corredor", recorda, com lágrimas nos olhos.

Com contrato até dezembro, Carlos Massa diz querer ficar mais 100 anos na casa e enfrentar a concorrência. "Vamos ter que trabalhar, porque a Record vai reagir e lá o dinheiro vem do céu. E na Globo, toda novela agora tem teste de DNA", provoca, sem citar Datena, com quem concorre no horário, na Band.

"Princesas" terão vez
Quem também volta à TV é o apresentador Netinho, que leva o Show da Gente, ao SBT, a partir do dia 9, todo sábado às 14h15. Dirigido por Marlene Mattos, ex- diretora da Xuxa, o apresentador foi até estudar inglês. "Exigência dela", confirma. Sucesso na Record, o quadro Um Dia de Princesa não fica de fora. "É um talismã, não pode faltar", valoriza Marlene, dizendo que ficará no programa só até implantá-lo de vez.

Netinho minimiza a disputa com Luciano Huck - outra cria de Marlene. "Luciano humanizou o programa mesmo não sendo de origem humilde", elogia ele, vereador em São Paulo e com planos de ser senador.

Fonte: O Dia
Publicidade