PUBLICIDADE

Império: Zé vê bilhete, lembra de Cora e fala de assombração

"Isso foi a Cora que me disse, palavra por palavra, na rodoviária, no dia em que eu vi Eliane, a mãe de Cristina, pela última vez! E agora ela está aqui, de novo, escrita por Silviano"

8 mar 2015 12h54
ver comentários
Publicidade

"Muita sorte na sua jornada é o que lhe desejo". Quando leu o bilhete deixado na casa de Silviano (Othon Bastos), Zé Alfredo (Alexandre Nero) sabia exatamente de quem eram aquelas palavras: Cora (Marjorie Estiano).

Siga Terra Diversão no Twitter

"Isso foi a Cora que me disse, palavra por palavra, na rodoviária, no dia em que eu vi Eliane, a mãe de Cristina, pela última vez! E agora ela está aqui, de novo, escrita por Silviano", diz ele para explicar seu espanto a Josué (Roberto Birindelli).

Foto: TV Globo / Divulgação

Toda a situação deixa o Comendador ainda mais intrigado com a conspiração.  "Estão todos contra mim, Josué! Todos! É o mundo inteiro querendo acabar comigo! Até a Cora, aquela cobra peçonhenta, que volta do túmulo para me assombrar".

A cena vai ao ar em Império nesta segunda-feira (9)

Império Império - Resumo de novelas

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade