0

Sequências comoventes reforçam o DNA feminino de Amor de Mãe

Regina Casé e outras quatro atrizes deram um delicado presente ao telespectador da novela

28 fev 2020
10h13
  • separator
  • 0
  • comentários

Houve um tempo no qual as pessoas choravam ao assistir às novelas. Esse tempo voltou trazido por Amor de Mãe, o folhetim dramático da faixa das 21h da Globo. Impossível não lacrimejar, ainda que disfarçadamente, com cenas tão intensas de sentimento.

 Lurdes (Regina Casé) chora diante do corpo da mãe, Maria (Zezita Matos): o amor e a dor entrelaçados na mesma cena
Lurdes (Regina Casé) chora diante do corpo da mãe, Maria (Zezita Matos): o amor e a dor entrelaçados na mesma cena
Foto: GSHOW / Reprodução

O capítulo de quinta-feira (27) teve trechos primorosos. A sequência da morte de dona Maria, mãe de Lurdes, ofereceu ternura, tristeza e poesia ao telespectador. Televisão com essência de literatura e cara de cinema.

Regina Casé, mais uma vez (e já foram tantas) agigantou-se em cena. A atriz faz sua personagem parecer cada vez mais real. Uma humanização poucas vezes vista na teledramaturgia dessa década. Lurdes sofreu ao encontrar a mãe morta — e a dor foi tão crível que certamente fez boa parte do público lamuriar junto.

A frágil dona Maria foi interpretada por Zezita Matos, veterana do teatro nordestino com participações de destaque em Velho Chico (2016) e Onde Nascem os Fortes (2018). Ela emprestou carisma e delicadeza à matriarca. A equipe de caracterização realizou um trabalho consistente: mesmo sendo apenas 12 anos mais velha do que Casé, Zezita ficou com aparência de uma senhora bastante idosa e convenceu como mãe expirante da protagonista.

No papel da emotiva Celeste, amiga e cuidadora de dona Maria, Lana Guelero atingiu boa performance em uma aparição com poucas falas. Ela é uma daquelas atrizes com rosto familiar de que a maioria dos noveleiros desconhece o nome. Uma injustiça a quem já mostrou seu talento versátil em mais de vinte trabalhos na TV.

Nas passagens na fictícia cidade de Malaquitas (gravadas em Arraial do Cabo, no litoral do estado do Rio), quem também impressionou foi Mariana Nunes na pele de Rita, a mãe biológica de Camila (Jessica Ellen). A mulher surgiu aos  prantos em busca do perdão da filha que abandonou ainda bebê.

A atriz transmitiu a intensidade do remorso da personagem, assim como a decepção pela maneira insensível com que foi tratada por Camila. Mariana integra o elenco principal do seriado Carcereiros. Interpreta Janaína, mulher do agente penitenciário Adriano (Rodrigo Lombardi).

A autora Manela Dias soube oxigenar a rotina de Amor de Mãe com o retorno de Lurdes à sua cidade de origem. O deslocamento para um cenário diferente fez bem à trama.

 Acima, Zezita Matos (Dona Maria) e Camila (Jessica Ellen); abaixo, Mariana Nunes (Rita) e Lana Guelero (Celeste): coadjuvantes que brilharam em capítulo acurado de Amor de Mãe
Acima, Zezita Matos (Dona Maria) e Camila (Jessica Ellen); abaixo, Mariana Nunes (Rita) e Lana Guelero (Celeste): coadjuvantes que brilharam em capítulo acurado de Amor de Mãe
Foto: GSHOW / Reprodução

O show de atuação das cinco atrizes reafirmou o DNA feminino do folhetim. Elas e suas personagens conduziram aquela etapa da novela com a valentia com a qual uma mãe carrega um filho no colo.

Veja também:

Anitta nega beijos em Thiago Martins em bastidor de 'Amor de Mãe': 'Só em cena'

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade