0

Globo se vangloria da própria qualidade em nova campanha

Emissora escala estrelas das novelas e do jornalismo para ressaltar o compromisso com o público e os anunciantes

18 jul 2020
16h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Desde o dia 15 de julho, uma nova campanha da Globo tem sido veiculada no intervalo do Jornal Nacional, o horário publicitário mais caro da televisão brasileira. A emissora que completou 55 anos em abril promove autoelogio a seu  padrão de qualidade. Na interpretação do canal, oferecer uma programação de alto nível é um ato de respeito ao telespectador.

Renata Vasconcellos, William Bonner e Maju Coutinho na campanha: reforço à liderança do canal entre as TVs brasileiras
Renata Vasconcellos, William Bonner e Maju Coutinho na campanha: reforço à liderança do canal entre as TVs brasileiras
Foto: Reprodução

"A Globo tem tanto sucesso porque tem responsabilidade em tudo o que faz", diz um trecho do texto lido por várias celebridades da teledramaturgia e âncoras do jornalismo.

Estão no vídeo Poliana Abritta, Tadeu Schmidt, Renata Vasconcellos, William Bonner, Débora Bloch, entre outros.

"Quem aparece na Globo aparece bem na vida, na sala e na mão de milhões de uns", afirma Maju Coutinho ao final da peça publicitária que destaca os tais '100 milhões' de brasileiros que a Globo diz atingir com a TV e as plataformas digitais.

Cada participante da campanha gravou seu vídeo em casa, a partir de um kit de filmagem enviado pela equipe de produção. Depois o material foi editado e finalizado com os mesmos efeitos de iluminação,  grafismo e áudio. Simples e eficiente.

Não há problema algum em a Globo propagar suas inegáveis qualidades. Contudo, essa campanha suscita uma análise comparativa. Na teledramaturgia, a emissora carioca já viveu momentos mais criativos. Nos últimos anos, a maioria de suas novelas e séries foi criticada pela repetição dramatúrgica. Falta ousar, surpreender.

No momento, o jornalismo colhe bons índices de audiência, com relevante repercussão na mídia e na sociedade, por conta dos factuais da política, da economia e da crise de saúde provocada pela pandemia de covid-19. Mas tantas 'hard news' (notícias quentes) empurram para o segundo plano o imprescindível jornalismo investigativo e outras temáticas igualmente importantes.

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade