1 evento ao vivo

Feira discute rumos e oportunidades de carreiras artísticas

Sérgio Mamberti, Odilon Wagner, Reinaldo Gottino e famosos discutirão o presente e o futuro para atores, jornalistas e mais profissionais

24 ago 2019
09h32
atualizado às 09h33
  • separator
  • 0
  • comentários

Sob forte ataque do presidente Jair Bolsonaro, a classe artística brasileira começa a se mobilizar para reagir às ameaças de censura e ao corte de financiamento estatal de produções culturais.

Mamberti, Wagner e Gottino: a experiência de quem construiu uma carreira sólida passada a quem está começando
Mamberti, Wagner e Gottino: a experiência de quem construiu uma carreira sólida passada a quem está começando
Foto: Instagram / Reprodução

Outro alvo preferido do ocupante do Palácio do Planalto é o jornalismo – ele já manifestou euforia com a crise financeira da imprensa nacional.

Em sintonia com essa realidade preocupante acontece em São Paulo, neste domingo (25) e na segunda-feira (26), a 3ª Edição da Feira do Empreendedorismo Artístico (FEA). 

Veteranos das artes, do jornalismo e da intelectualidade vão se apresentar em palestras no estilo TED. Ao final de cada atração, estudantes e artistas em início de carreira poderão fazer perguntas.

Um espaço terá stands de empresas de diferentes segmentos do mercado das artes e do entretenimento com orientação sobre oportunidades de trabalho.

“A FEA é para produtores, fornecedores, cenógrafos, atores, músicos, figurinistas, cineastas, produtores musicais, patrocinadores, gestores culturais, todos do meio artístico”, explica Fefa Moreira, que promove o evento ao lado de Alessandra Herszkowicz, André Acioli e Gustavo Bechara.

“É fundamental para o artista planejar a sua trajetória”, diz o ator Sérgio Mamberti, 80 anos. Ele vai palestrar justamente sobre carreira. “Eu, por exemplo, decidi que queria fazer o curso de Arte Dramática e me preparei para sair de Santos, onde nasci, e vir a São Paulo estudar.”

Sempre lembrado pelos personagens Dr. Victor do Castelo Rá-Tim-Bum e o mordomo Eugênio da novela Vale Tudo, o veterano orienta os iniciantes a se enturmar.

“Produzir espetáculos é uma saída para o artista não ficar refém dos convites. Mas nem sempre isso acontece. Por isso é importante que o jovem artista inicialmente participe de grupos, se relacione com o meio, e depois de um caminho percorrido comece a produzir.”

Ativista político, Mamberti diz ser necessário mais do que vocação para construir uma carreira bem-sucedida em razão das tentativas de censurar o artista.

“Fazer teatro é um ato de resistência. Os ataques à classe artística sempre existiram e continuarão a acontecer porque a cultura tem o papel questionador e muitas pessoas não gostam de ser questionadas. Quem está começando uma carreira artística precisa ter muita perseverança.”

Odilon Wagner, 64 anos, concorda com o colega: a força de vontade precisa ser maior do que as dificuldades.

“Siga os seus sonhos, lute. Não importa o que digam para você, se é capaz ou não. Trabalhe seriamente e não desista. Como escreveu o filósofo alemão Goethe, o universo mexe as energias do mundo a nosso favor, sempre. Portanto, se comprometa com o que você quer e tenha coragem para realizar o seu plano de vida.”

O ator cimentou uma trajetória teatral pautada na proatividade. Jamais teve a ilusão de que algo aconteceria como num passe de mágica.

“Sou da velha guarda, produzo meus espetáculos desde 1970, quando entrei no primeiro grupo universitário. Isso é empreendedorismo. Se ficar esperando que alguém faça por você, pode ser que se frustre. Eu entendi isso muito cedo.”

Na opinião de Odilon Wagner, investir em uma formação sólida pode abrir muitas portas ao ator que está começando.

“Há escolas importantes de dramaturgia. É o local onde um jovem artista pode se destacar e buscar o seu espaço. Os próprios professores pescam esses novos talentos.”

Sucesso como âncora do programa Balanço Geral SP, Reinaldo Gottino, 42 anos, subirá ao palco para falar do jornalismo ‘ao vivo’ na TV. Com 2,3 milhões de seguidores no Instagram, ele aconselha os jovens – sejam aspirantes a artista ou jornalista – a ousar sempre.

“É importante sair da zona de conforto e desenvolver cada vez mais a competência e o talento que podem fazer a diferença na carreira”, argumenta. “O comprometimento com o seu sonho fará você enfrentar muitos desafios, os altos e baixos da carreira, e assim superar seus próprios limites.”

Gottino revela onde encontra motivação para o trabalho sob pressão diante das câmeras. “O segredo é se desafiar todos os dias e ter em mente que podemos fazer diferente.”

O apresentador da RecordTV destaca ainda o valor da sinceridade em relação ao próprio desempenho. “Minha dica é não ter vergonha de assumir erros ou fraquezas. Mas também é muito importante comemorar cada conquista e se orgulhar dos avanços. Sonhar alto é importante, mas os voos curtos e bem planejados podem levar o jovem cada vez mais longe.”

Entre os outros palestrastes da FEA estão o dublador André Sauer (voz de Jon Snow de Game of Thrones), o diretor e produtor teatral Dan Rosseto, o humorista e influencer Daniel Zukerman, o apresentador e jornalista Celso Zucatelli, a empresária de cantores Fátima Pissarra, a produtora de elenco da TV Globo Vanessa Veiga e o historiador Leandro Karnal.

...

FEA - 25 e 26 de agosto
Local: Espaço JK – Avenida Juscelino Kubitschek, 1327, São Paulo.
Programação completa e informações sobre credenciamento para os eventos gratuitos e a compra de ingresso para as atrações pagas: feirafea.com.br e @feirafea.

Veja também:

Jared Leto criou uma seita para o 30 Seconds To Mars?

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade