PUBLICIDADE

Entrevista com Moro teve coro de ‘golpistas’ na TV Cultura

‘Roda Vida’ com juiz da Lava Jato marcou despedida do âncora Augusto Nunes

27 mar 2018 09h53
ver comentários
Publicidade

“A fama é passageira. Hoje você é incensado, mais adiante pode sofrer um apedrejamento moral.”

Esta foi a resposta do juiz federal Sérgio Moro à pergunta sobre como se sentia por ter se tornado uma celebridade internacional em razão da Operação Lava Jato.

O magistrado de Curitiba deu sua primeira entrevista ao vivo a uma atração de TV no ‘Roda Viva’ exibido na segunda-feira (26) pela TV Cultura de São Paulo.

O juiz da Lava Jato concedeu a primeira entrevista ao vivo em quatro anos de operação contra a corrupção.
O juiz da Lava Jato concedeu a primeira entrevista ao vivo em quatro anos de operação contra a corrupção.
Foto: Divulgação/TV Cultura

“Estou aqui por ter feito uma promessa”, disse o juiz. Ele havia se comprometido com Augusto Nunes a ocupar a poltrona no centro do ‘Roda Viva’. “Dr. Moro relutou em aceitar para não se expor”, comentou o apresentador.

A propagada edição com Moro foi a última comandada pelo âncora. Nunes deixa a emissora pública paulista após quatro anos e meio como âncora do mais tradicional programa de entrevistas da televisão brasileira.

A presença do juiz inimigo número 1 do PT e dos lulistas gerou uma manifestação diante da sede da TV Cultura, na Água Branca, bairro da zona oeste da capital paulista.

A Polícia Militar montou duas barreiras de isolamento diante do portão principal da emissora. Alguns jornalistas foram xingados de ‘golpistas’ na chegada para participar da bancada de entrevistadores.

“A primeira vez (de ser chamado de ‘golpista’) a gente nunca esquece”, ironizou Daniela Pinheiro, da revista ‘Época’, pertencente ao Grupo Globo.

Logo no primeiro bloco, iniciado às 22h15, o ‘Roda Viva’ chegou ao topo do Trending Topics do Twitter, ranking dos assuntos mais comentados e repercutidos no microblog.

O âncora Augusto Nunes citou a “rota perigosa” do jornalismo independente ao se despedir do programa .
O âncora Augusto Nunes citou a “rota perigosa” do jornalismo independente ao se despedir do programa .
Foto: Reprodução/TV Cultura

A entrevista, no ar até meia-noite, mobilizou mais tuiteiros do que o clipe da música ‘Indecente’, de Anitta, lançado às 22h45 no YouTube.

No Ibope, o ‘Roda Viva’ surpreendeu com média de 4 pontos, de acordo com dados prévios. Este índice representa 800 mil telespectadores somente na Grande São Paulo.

Em alguns momentos, a atração disputou o terceiro lugar no ranking com a RecordTV. Um desempenho inédito para o programa transmitido ininterruptamente desde 1986.

Entre as dezenas de perguntas a Moro, o editor-executivo da ‘Folha de S. Paulo’, Sérgio Dávila, questionou o juiz a respeito do filme ‘Polícia Federal: A Lei é Para Todos’ (no qual o magistrado foi interpretado pelo ator Marcelo Serrado) e a polêmica minissérie ‘O Mecanismo’, do cineasta José Padilha, recém-estreada na Netflix.

O jornalista ressaltou a cena de sexo protagonizada na recente produção pelo juiz Paulo Rigo (Otto Jr.), personagem inspirado em Sérgio Moro. O juiz esboçou um sorriso, mas não comentou a sequência picante.

“Não sou crítico de cinema ou televisão. Meu gosto é mais rasteiro. Sou uma pessoa curiosa, vi o filme e a série, os dois produtos têm qualidades”, disse o guardião da Lava Jato na Justiça Federal.

“Existe uma série de liberdades criativas. Nem a série nem o filme retratam exatamente como aconteceu, mas existem situações que conferem com a realidade.”

Na opinião dele, é importante que o cinema e a televisão retratem a corrupção sistêmica que assola o Brasil para “chamar a atenção para esse problema”.

No seu derradeiro encerramento do ‘Roda Viva’, Augusto Nunes agradeceu a presença de Moro: “Não poderia haver para mim uma despedida mais honrosa”.

O apresentador, que será sucedido pelo também jornalista Ricardo Lessa, fez referência à nova etapa do programa.

“Espero que o ‘Roda Viva’ continue percorrendo a rota do jornalismo independente. É uma rota perigosa, mas é a única que conduz ao porto seguro do Estado de direito.”

 

Veja também:

"O Mecanismo" está dando o que falar; Estátua do Bulbassauro em SP e+ [CT News]:
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade