PUBLICIDADE

Dos ex-BBBs que morreram, Buba teve drama exposto na TV

Morte da ex-sister Josy faz o público rememorar as perdas no elenco do mais popular reality show da TV

6 set 2021 12h05
ver comentários
Publicidade

A morte aos 43 anos da cantora Josy Oliveira, do ‘BBB9’, em consequência do rompimento de um aneurisma cerebral, fez a imprensa e a internet relembrarem de outros ex-participantes do programa que morreram.

Entre eles está Edilson Buba, da 4ª edição do ‘Big Brother Brasil’. O curitibano morreu em 20 de novembro de 2006. Tinha 34 anos quando não resistiu a tumores no abdômen. Chegou a ficar dois meses hospitalizado. Submeteu-se a cinco cirurgias na tentativa de combater o câncer.

Buba viveu intensa história com fama instantânea, prisão, nudez em revista, trabalho social e morte precoce
Buba viveu intensa história com fama instantânea, prisão, nudez em revista, trabalho social e morte precoce
Foto:

O empresário chamou a atenção na casa do reality show por se mostrar um homem sensível. Gostava de ouvir os colegas, dar conselhos, mediar conflitos. Ficou marcado por dormir abraçado a um bicho de pelúcia por sentir saudade da mulher. Apesar da boa imagem, foi eliminado no sexto Paredão. Aquela edição foi vencida pela babá Cida dos Santos.

Dois meses após a saída do reality, Buba foi detido com maconha e ecstasy no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR). A prisão em flagrante virou um escândalo midiático.

Vários programas de TV noticiaram o fato. Algumas abordagens foram sensacionalistas. Após três meses atrás das grades, ele recuperou a liberdade e fundou a ONG ‘Vida Limpa, Vida Livre’, de apoio a dependentes de substâncias químicas e pela inclusão social de jovens carentes.

Em 2005, o ex-BBB posou nu para a revista gay ‘G Magazine’. O cachê pelo ensaio foi doado à entidade. Buba usou a visibilidade na mídia para defender a prevenção às drogas e conscientizar a população sobre a importância de oferecer assistência a quem quer controlar o vício.

Poucos souberam das dificuldades enfrentadas pelo ‘brother’ longe das câmeras e flashes. A temporada no presídio provocou a ruína de seus negócios – ele era sócio de uma casa noturna na capital paranaense – e o deixou à beira da falência.

Apesar dos sintomas de depressão, Buba não perdeu a fé. Pelo contrário: buscou ampliá-la. Passou a frequentar cultos de uma igreja presbiteriana. Pedia orações. O acolhimento espiritual fez bem ao ex-BBB. Sua morte precoce encerrou um bonito e necessário trabalho de resgate de pessoas.

(O titular deste blog teve a oportunidade de entrevistar Buba em um programa de TV, pouco depois de sua libertação da cadeia. Diante das câmeras e nos bastidores, ele se mostrou simples, autêntico e carismático.)

Além de Josy e Buba, morreram outros dois ex-competidores do ‘Big Brother Brasil’. Em 2017, Norberto, o vovô Nonô do ‘BBB9’, foi vítima de um câncer aos 72 anos. Da mesma edição, André Cowboy morreu assassinado com um tiro em 2011. Tinha 37 anos.

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade