0
Logo do Blog Sala de TV
Foto: iStock

Blog Sala de TV

Competente, Ana Luiza Guimarães estreia na bancada do ‘JN’

Jornalista se destaca pela firmeza e o carisma com que ancora telejornais da Globo

13 out 2017
10h54
  • separator
  • comentários

Na edição de quinta-feira (12), o Jornal Nacional apresentou uma novidade aos telespectadores: Ana Luiza Guimarães surgiu pela primeira vez na bancada do principal telejornal da Globo.

Ana Luiza Guimarães com Heraldo Pereira: apresentadora está há quase 30 anos na Globo
Ana Luiza Guimarães com Heraldo Pereira: apresentadora está há quase 30 anos na Globo
Foto: Reprodução

A jornalista carioca é âncora do RJTV 2ª Edição , transmitido apenas no Grande Rio – telejornal para o qual ela fez sua primeira matéria como repórter, em 1991 – e eventualmente apresenta o Bom Dia Brasil .

Agora faz parte do time de substitutos dos titulares William Bonner e Renata Vasconcellos. Aliás, ambos estão ausentes: Bonner em recuperação de uma lesão no pé e Renata nos Estados Unidos, em férias.

Na estreia no JN , ao lado de Heraldo Pereira, Ana Luiza exibiu a competência de sempre: postura firme, dicção impecável e carismática na medida exata.

Na noite anterior, a apresentadora havia participado de um ensaio no estúdio com Sandra Annenberg. Surtiu efeito. Não se notou nervosismo em sua performance ao vivo na tão cobiçada cadeira no JN .

Ana Luiza durante ensaio com Sandra Annenberg: “uma honra” apresentar o ‘JN’
Ana Luiza durante ensaio com Sandra Annenberg: “uma honra” apresentar o ‘JN’
Foto: Reprodução

Aos seus seguidores no Instagram (@luliguimaraesoficial), ela relatou a chegada em posição tão privilegiada no telejornalismo brasileiro: “Uma honra, um sonho”.

Em 27 anos na Globo, a jornalista cobriu notícias policiais, foi repórter do JN , colaborou com o Globo Repórter , apresentou o Bom Dia Rio e atuou como correspondente em Londres entre 1996 e 1998.

É, sem dúvida, uma das melhores âncoras da TV. Ainda não se fez tão popular quanto outras justamente por uma de suas maiores qualidades: a discrição.

Ana Luiza não ‘interpreta’ a notícia nem exagera nos comentários improvisados. Está a serviço da informação – ela jamais se coloca sob holofotes.

Trata-se de uma característica valorosa nestes tempos em que muitos jornalistas se comportam (e são tratados) como celebridades.

Sua chegada ao Jornal Nacional fará bem ao telejornal e aos telespectadores. Além de transmitir credibilidade, Ana Luiza é uma presença agradável no vídeo.

Veja também

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade