2 eventos ao vivo

Bolsonaro provoca a Globo ao atacar homem forte dos Marinhos

Artilharia contra o jornalista Merval Pereira acontece após endurecimento das críticas ao presidente feitas na GloboNews

27 ago 2019
10h28
atualizado às 15h21
  • separator
  • 0
  • comentários

Comentarista político da GloboNews e rádio CBN, colunista do jornal O Globo e um dos raros conselheiros do clã Marinho, Merval Pereira se tornou o novo alvo de Jair Bolsonaro.

O presidente polemizou ao afirmar que o veterano jornalista havia recebido R$ 375 mil por uma única palestra no Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio) do Rio de Janeiro. 

“Se vocês não fizerem nenhuma matéria sobre isso amanhã nos jornais, eu não dou mais entrevista para vocês, tá legal? Tá combinado? Toda a imprensa, tá combinado?”, avisou Bolsonaro aos repórteres, no sábado, em Brasília.

O presidente afirma que a imprensa está com os dias contados
O presidente afirma que a imprensa está com os dias contados
Foto: Carolina Antunes/Presidência da República/Divulgação

Em sua coluna de domingo em O Globo, Merval Pereira rebateu o presidente. Classificou a denúncia como “fake news”. O valor descrito seria para 15 palestras. Ele acabou ministrando 13.

O jornalista define a personalidade de Bolsonaro como “autoritária” e acredita ter sido provocado como “desforra” por conta de suas críticas ao governo.

O presidente está em uma fase de contrariedade com a GloboNews. Na semana passada, comentou a respeito do canal de notícias do Grupo Globo em um café da manhã com jornalistas.

“Ontem eu tive saco de ouvir um pouco a GloboNews, falando sobre queimada na Amazônia. Duas senhoras ali que pelo amor de Deus, só falam abobrinha o tempo todo”, disse.

Na emissora, os comentaristas trocaram as críticas amenas ao governo por análises mais contundentes. Isso é visto especialmente em programas de debates como o Em Pauta, Painel e Estúdio i e na roda de comentários do Jornal das 10.

Na Globo, o Jornal Nacional também está mais incisivo ao apontar, quase diariamente, os erros e as polêmicas do presidente.

Visivelmente insatisfeito com o jornalismo praticado pelos veículos da família Marinho, Bolsonaro chegou a anunciar – sem revelar a origem da informação – o suposto fim do jornal de negócios da empresa.

“O Valor Econômico, que é da Globo, vai fechar. Não devia falar? Não devia falar, mas qual é o problema? Será que eu vou ser um presidente politicamente correto?”

Na mesma ocasião, ele disse que os meios de comunicação estão “cometendo suicídio” porque “não se acha verdade ali”.

Pelo visto, o apoio explícito de canais como o SBT e a RecordTV não tem sido suficiente para aplacar a fúria do presidente. Persiste sua cruzada contra tudo o que esteja ligado ao clã Marinho.

Veja também:

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade