0

Ator está certo ao defender os velhos que dão audiência à TV

Tarcísio Meira ressalta o papel fundamental do telespectador da terceira idade para a sobrevivência das emissoras

9 dez 2019
11h34
  • separator
  • 0
  • comentários

O Brasil se torna um País de velhos. Já são quase 40 milhões de pessoas acima dos 60 anos. Em 2060, teremos uma população com mais idosos do que jovens. Hoje, a expectativa de vida é de 76 anos. Daqui a quarenta anos, será de 81, de acordo com o IBGE. Mas a TV ignora essa realidade.

As emissoras brasileiras não dão atenção especial à audiência da terceira idade. Não há programas voltados a esse público, o jornalismo exibe pouco conteúdo a respeito e a teledramaturgia, no geral, ainda trata os velhos como meros coadjuvantes.

Tarcísio Meira em participação na novela Orgulho e Paixão, de 2018: poucas oportunidades aos atores idosos nas novelas.
Tarcísio Meira em participação na novela Orgulho e Paixão, de 2018: poucas oportunidades aos atores idosos nas novelas.
Foto: João Miguel Jr. / TV Globo / Divulgação

O ator Tarcísio Meira, de 84 anos, evidenciou esse problema em entrevista às Páginas Amarelas da Veja. “Os autores não acreditam que existam velhos na família brasileira, nem que eles tenham papel relevante”, criticou. “Sabe como é, são jovens autores, que se preocupam com os jovens. O que eles deveriam saber é que hoje são as pessoas de idade que passam mais tempo na frente da televisão assistindo às novelas.”

O veterano está absolutamente certo em suas observações. Os folhetins falham em não retratar como deveriam a presença imprescindível do idoso nos núcleos domiciliares. Muitas vezes, são eles que chefiam a família, inclusive fornecendo a maior parte da renda.

Aposentados, ou com carga horária de trabalho menor, os idosos têm mais tempo de ver TV. Portanto, contribuem enormemente para a audiência dos canais. Enquanto os netos preferem o celular, o game e os serviços de streaming, os vovôs e as vovós consomem a programação da velha televisão.

Mas eles não estão devidamente representados. Nas novelas atuais há poucos personagens que teriam mais de 60 anos, e os atores nessa faixa reclamam da escassez de papéis para o seu perfil. Um exceção é Regina Casé, 65 anos. Em Amor de Mãe, ela vive a babá Lurdes, de 57. Uma protagonista nessa faixa etária é raridade na TV brasileira.

Tarcísio só erra ao generalizar sobre os “jovens autores”. Na Globo, onde o eterno galã trabalha há 52 anos, o horário nobre das novelas é dominado por escritores sessentões e setentões. Entre eles, Walcyr Carrasco (68 anos), Gloria Perez (71), Gilberto Braga (74) e Aguinaldo Silva (76).

Veja também:

Previsão Brasil - Muita chuva no Nordeste

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade