2 eventos ao vivo

Após Conká e Projota, só artista desesperado irá para o BBB

Reality show da Globo prova ser eficiente máquina de estraçalhar imagens públicas positivas

17 mar 2021
10h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Famosos e respeitados em seu segmento musical, o rap, Karol Conká e Projota enxergaram na participação no ‘BBB21’ uma catapulta para a popularidade nacional. Ficaram mais famosos, realmente — agora têm má fama capaz de abalar a carreira e colocar em risco o patrimônio artístico construído ao longo de anos.

Karol Conká e Projota entraram no ‘BBB21’ como favoritos e saíram com alto índice de rejeição
Karol Conká e Projota entraram no ‘BBB21’ como favoritos e saíram com alto índice de rejeição
Foto: Fotomontagem: Blog Sala de TV

Com imagens públicas bem lapidadas, os dois cantores exibiam pouco de sua intimidade até entrar no reality show. O público e a imprensa conheciam apenas a persona midiática, não a pessoa genuína sob a pele do artista. O programa serviu para superexpor quem são, o que pensam e como se comportam.

Ninguém consegue manter controle sobre si mesmo por muito tempo quando está sob pressão e na convivência com estranhos com status de adversários. Essa é, justamente, a graça do ‘Big Brother’: obrigar o participante a se revelar, mostrar o que até então fazia questão de esconder, se contradizer. Exibir o melhor e o pior de si.

Foi o que aconteceu com Conká e Projota. Cegados por vaidade e ambição, quiseram ser líderes intocáveis e impor caprichos e regras. Para isso, vestiram a capa de vilão. Abafaram o carisma e a alegria que os tornaram queridos por seu público na música. Mostraram-se egocêntricos, pouco empáticos, mal-humorados e vingativos. Irreconhecíveis.

Obcecados em traçar estratégias e atacar ‘inimigos’, os rappers esqueceram de se divertir e entreter o telespectador. Fizeram um jogo chato. Ao perder apoio popular, ganharam numerosa torcida contra. Aqui fora, o público vibrava a cada equívoco e desilusão. Nosso torto senso de justiça, associado a inegável sadismo, nos fez desejar que se dessem mal.

Conká e Projota deixaram o ‘BBB21’ com mais ônus do que bônus. Precisarão de tempo e esforço para reabilitar a imagem e evitar que o rótulo pejorativo de ‘ex-BBB’ prejudique a carreira e a reputação no meio musical. Ninguém sai incólume daquela casa, sem pagar um preço caro pela visibilidade gigantesca e o eventual sucesso da participação.

Depois desse ‘case’ desastroso com os dois, qual artista com algum renome aceitará se arriscar em uma próxima edição do ‘BBB’? Somente alguém com pouco a perder. O resultado colhido por Karol Conká e Projota mostra que o risco de sair pior do que entrou é altíssimo.

Mas haverá sempre alguém disposto ao tudo ou nada. “Só há uma coisa no mundo pior do que se ver transformado em alvo de rumores. É não despertar rumor algum”, escreveu o dramaturgo irlandês Oscar Wilde, autor do romance sobre narcisismo ‘O Retrato de Dorian Gray’.

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade