PUBLICIDADE

Tudo o que você precisa saber sobre batida de violão

Hoje o assunto é batida de violão! Esse é um ponto no aprendizado desse instrumento que deixa muita gente de cabelo em pé. É comum pessoas que já sabem ler cifra conseguirem fazer e trocar os acordes indicados, mas terem dificuldade para fazer o ritmo de uma música. Bem como existem pessoas que não conseguem […] The post Tudo o que você precisa saber sobre batida de violão appeared first on Cifra Club.

1 jul 2022 - 12h10
Ver comentários
Publicidade

Hoje o assunto é batida de violão! Esse é um ponto no aprendizado desse instrumento que deixa muita gente de cabelo em pé.

Para evoluir na execução e na identificação das batidas de violão é preciso de treino (Foto/Freepik)
Para evoluir na execução e na identificação das batidas de violão é preciso de treino (Foto/Freepik)
Foto: Cifra Club

É comum pessoas que já sabem ler cifra conseguirem fazer e trocar os acordes indicados, mas terem dificuldade para fazer o ritmo de uma música. Bem como existem pessoas que não conseguem identificar o violão em meio aos outros instrumentos.

Dessa modo, fica praticamente impossível tocar a levada certa. Mas calma! Neste artigo, vamos te mostrar como superar esses obstáculos de forma fácil e eficaz. Se liga só no que você vai aprender hoje por aqui:

  • O que é batida de violão?
  • Como saber a batida de uma música pela cifra?
  • Como aprender a batida de uma música de ouvido?
  • Usar palheta ou dedos para fazer ritmo no violão?
  • Como treinar batida de violão?

Então, bora lá dominar a batida de violão?

O que é batida de violão?

Em primeiro lugar, a batida de violão é o ritmo de acompanhamento feito pela mão direita (no caso dos destros). Essa batida também pode ser chamada de levada.

Em contrapartida, temos que deixar clara a noção de que ritmo não é sinônimo de batida. Nesse sentido, a palavra "batida" deve ser entendida como uma abreviação para batida rítmica ou ritmo da batida de violão.

Vamos exemplificar isso com a batida de rock. Confira:

↓   ↓ ↑   ↑ ↓ ↑

Essa levada possui seis toques. O primeiro e o terceiro soam por mais tempo. Já o segundo, o quarto, o quinto e o sexto duram metade desse tempo.

Essa variação na duração dos toques forma o ritmo da batida de rock. Essa levada é facilmente percebida na música Used To Love Her do Guns N' Roses, por exemplo. Ouça:

Multiplicidade das batidas

Uma batida de violão pode ter variações, como no caso da própria batida de rock. Observe:

↓   ↑↓  ↑ 

No exemplo acima, temos quatro toques. O primeiro e o terceiro duram por mais tempo. Os outros dois duram metade desse tempo.

Assim como a batida de rock, outras batidas também possuem variações. Dessa maneira, a batida de violão é um dos elementos que caracterizam um gênero.

No entanto, existem levadas que podem ser usadas em diferentes estilos musicais. Nesse sentido, encontramos a batida de rock em músicas pop, por exemplo, na música Loca, da Shakira. Veja só:

No sertanejo também! O sucesso Não Aprendi A Dizer Adeus, da dupla Leandro e Leonardo, da mesma forma, usa a variação da batida de rock. Assista, abaixo, à nossa aula da canção:

O que é ritmo?

Ritmo é um conjunto de elementos que define a duração dos sons e os silêncios dentro de uma música. O ritmo está presente tanto nas melodias (solos, linhas de baixo, melodias vocais, etc.) quanto nos acompanhamentos.

Portanto, o ritmo não é sinônimo de gênero musical, mas ajuda a determiná-los. Rock, pop, blues… todo estilo tem figuras rítmicas, organizadas de forma específica, que ajudam a caracterizá-los.

Como saber a batida de uma música pela cifra?

Agora que já assimilamos os conceitos de ritmo no violão, vamos abordar as questões que mais trazem dificuldades para quem estuda este instrumento.

Primeiramente, temos que entender que a cifra não mostra a batida, apenas os acordes. Sim, eu sei que isso é óbvio, mas é aqui o ponto de partida para sabermos como fazer ritmos no violão.

Em outras palavras, antes de tentar tocar uma música, escute-a atentamente, pois isso irá ajudá-lo no desenvolvimento da percepção musical. Ou seja, perceber as diferentes dinâmicas de uma música, os sons dos acordes, as características do estilo musical etc. Além disso, você vai aprender a distinguir os diferentes instrumentos presentes no arranjo.

Ademais, você precisa perceber as mudanças de acorde. Portanto, ouça a música lendo a cifra, mas sem tocar ainda, e prestando atenção na melodia vocal dela.

Dessa maneira, você vai treinar seus ouvidos e se acostumar com as variações sonoras do acompanhamento de uma canção. E este é o pulo do gato, pois são essas variações sonoras que vão te ajudar a encontrar o ritmo no violão com mais facilidade.

É importante você começar escolhendo uma música com poucos acordes e poucos instrumentos de base. Que tal apenas baixo, bateria e teclado?

Como aprender a batida de uma música de ouvido?

Após várias audições, você vai estar bem familiarizado com a música, pois ela estará fresca na sua memória musical. Portanto, você está apto a localizar os elementos que vão te fornecer o ritmo no violão.

Primeiramente, foque na bateria. Assimile a levada que ela está fazendo. Depois, comece a "cantá-la". Assim que você sentir que a entendeu, passe a tocar no violão.

Portanto, é muito importante ouvir a música prestando atenção nos instrumentos que fazem o acompanhamento e na melodia vocal.

Quanto mais você treinar a percepção musical, mais rápido e fácil vai ser para você aprender a batida de uma música de ouvido. Não há outro caminho, o jeito é treinar. Porém, com a prática constante, esse processo vai ficar cada vez mais intuitivo.

Usar palheta ou dedos para fazer ritmo no violão?

Essa é uma dúvida que tira o sono de muita gente. Antes de mais nada, saiba que não existe certo nem errado. Essa escolha depende de alguns fatores. Veja:

Estilo de música

Existem gêneros musicais que soam melhor com os dedos. Ao passo que existem estilos que soam melhor com a palheta.

Por exemplo: as levadas de grande parte da música brasileira (samba, bossa nova, MPB), geralmente são tocadas com os dedos. Desse modo, temos mais recursos para fazer todas as suas nuances rítmicas.

Por outro lado, para estilos como rock, pop e sertanejo, é mais indicado usar a palheta. Assim, a abordagem rítmica mais agressiva que esses gêneros demandam é mais apropriadamente atendida. No entanto, nada impede de tocá-los com os dedos.

Timbre

Este é um fator importante para você decidir se vai ou não usar a palheta. Esse ponto está ligado ao gosto pessoal de cada um.

Quando tocamos um ritmo no violão com palheta, o timbre fica mais agudo. Entretanto, o som fica mais grave ao tocarmos a levada com os dedos. Logo, você precisa escolher qual timbre prefere.

Porém, se você sentir dificuldade em decidir se vai usar a palheta ou não, o jeito é experimentar ambos. Treine a batida de violão da música que você ouviu atentamente com palheta e com os dedos. A forma que você se sentir mais confortável é a maneira certa para você tocar.

Como treinar batida de violão?

Agora você vai conferir dicas de como treinar batidas no violão com e sem palheta. Primeiramente, vamos ver como treinar um ritmo no instrumento com o uso de palheta.

Batida de violão com palheta

Segure a palheta entre o indicador e o polegar, deixando aparecer apenas o biquinho dela. Não aperte com muita força. Segure-a com firmeza, mas mantenha a mão relaxada.

Agora, vamos atentar para alguns detalhes.

Lembra quando falamos para você focar na levada da bateria e, após entendê-la, começar a "cantá-la"? Pois bem! Este é o início do treino.

Repare que algumas sílabas você "canta" com mais força que outras. Essa é a linguagem sonora do ritmo.

Agora, vamos tocar no violão essa levada que você está "cantando". A princípio, só com a mão direita (para os destros), sem fazer os acordes.

Perceba que as sílabas que você "canta" com mais intensidade precisam de toques mais fortes do que as outras. É essa intensidade nos toques, junto com a duração deles, que forma o ritmo de uma música no violão.

Nesse sentido, é muito importante você utilizar o metrônomo para entender melhor a batida que você está treinando.

Quando você estiver seguro, acrescente os acordes, atentando para como essa levada deve se encaixar nas trocas entre eles.

Batida de violão sem palheta

Não há nenhum mistério para tocar um ritmo no violão sem palheta.

Primeiramente, os toques para baixo devem ser feitos com a parte de trás do indicador, médio e anular simultaneamente. Ou seja, tocando as cordas com as unhas.

Contudo, os toques para cima também são feitos com a parte de trás do polegar.

Agora que você já conseguiu dominar uma batida de violão, busque aprender outras músicas com essa mesma levada.

Como já dissemos, existem muitos ritmos no violão que podem ser usados em diferentes músicas e estilos. Portanto, não tente aprender muitas batidas diferentes ao mesmo tempo. Dessa maneira, você vai se confundir entre elas e não vai atingir resultados satisfatórios.

Quando você estiver firme em um ritmo, passe para outro que seja semelhante ao que você já domina.

Aprimore sua batida de violão no Cifra Club Academy

Agora que você teve as dicas básicas para tocar ritmo no violão, venha aperfeiçoar suas levadas no Cifra Club Academy!

No nosso curso de violão online, você vai ficar craque em qualquer batida. Portanto, não dá para desperdiçar uma oportunidade dessas, não é mesmo?

The post Tudo o que você precisa saber sobre batida de violão appeared first on Cifra Club.

Cifra Club
Publicidade
Publicidade