PUBLICIDADE

NX Zero lança edição especial de seu terceiro álbum 'Agora' 

16 dez 2023 - 13h06
Compartilhar
Exibir comentários

A banda NX Zero lançou na última sexta-feira (15) uma edição especial do álbum Agora com as músicas remixadas e remasterizadas, incluindo a moderna e imersiva experiência em áudio espacial, 15 anos após seu début original. Se 2023 começou cheio de emoções para os fãs do NX Zero com a turnê de celebração Cedo ou Tarde, o final deste ano ainda reservou ótimas surpresas.

"Depois de alguns anos separados, o NX Zero se reúne para uma turnê de sucesso pelo Brasil. Nada mais justo do que o lançamento do álbum 'Agora', um de seus discos mais conhecidos e aclamados pelos fãs, em nova mixagem e versão Dolby Atmos, em comemoração a esse encontro", diz Paulo Lima, presidente da Universal Music Brasil.

Foto: Divulgação / The Music Journal

Agora foi o disco que sedimentou o sucesso do NX Zero nacionalmente. A gravação original foi cuidadosamente remixada por Marcelinho Ferraz nos estúdios Head Media, em São Paulo, levando em consideração o atual consumo de música através dos canais digitais. Já a masterização ficou a cargo do premiado Carlos Freitas, do estúdio Classic Master, na Flórida (EUA).

"Foi incrível fazer esse trabalho com um disco de uma banda que representa tanto para o Brasil. Revisitar as faixas, ouvir eles mais jovens, deixar os timbres mais modernos e, como processos especiais, fazer a nova mix também para áudio espacial/Dolby Atmos e master para o vinil. Pra mim, resgatar esse disco clássico foi um trabalho super importante", conta Marcelinho Ferraz.

Voltando um pouco no tempo, era julho de 2008 e o NX Zero já chamava a atenção na cena de rock paulistana desde meados de 2002, com uma crescente agenda de shows e fãs que se multiplicavam a cada apresentação. Depois do álbum independente Diálogo? (2004), a banda lançou em 2016 o primeiro disco, NX Zero, que foi produzido por Rick Bonadio Rodrigo Castanho e distribuído pelo selo Arsenal / Universal Music.

O álbum confirmou o que a jovem cena roqueira já indicava: As músicas Razões e Emoções, Pela Última Vez e Além de Mim estouraram nas rádios e invadiram os headphones de milhares de adolescentes pelo Brasil, ancorados pela então crescente comunicação pela Internet e total apoio dos canais de música, como MTV e Multishow. Em 2007, a banda levou a categoria Artista Revelação, do Prêmio Multishow, e os troféus de Artista do Ano e Hit do Ano, do VMB.

Com essa "cama" pronta, o álbum Agora chegou em um mercado ávido pela banda e com um NX Zero totalmente alinhado com seu público e suas questões pessoais e sociais, compreendendo profundamente uma geração. Musicalmente afiados pelo peso do rock e hardcore e amparados por letras existenciais e românticas, os meninos de São Paulo passaram como um trator abrindo todos os espaços possíveis e imagináveis no mercado musical na primeira década dos anos dois mil.

Rádios, programas de TV, canais de música, festivais e contratantes de shows de todo o Brasil queriam o NX Zero. E o disco Agora estourou nacionalmente trazendo sucessos como Cedo ou Tarde, Daqui pra Frente, Cartas pra Você e Bem ou Mal, vencendo também o Grammy Latino como Melhor Álbum de Rock Brasileiro, ao lado dos Titãs. O trabalho, considerado o mais comercial do grupo, consolidou ainda mais a carreira da banda no Brasil, que novamente faturou as principais categorias do VMB (Artista, Clipe e Hit do Ano) e do Prêmio Multishow (Melhor Grupo e Melhor Cantor, para Di Ferrero).

"Este foi um dos melhores álbuns que fiz com a banda. O repertório é muito bom, tem o melhor do Rock da época e letras muito interessantes. Nesse álbum a banda estava tocando muito e sonoramente conseguimos também um grande resultado. O Latin GRAMMY® acabou sendo a premiação desse trabalho", lembra Rick Bonadio. A nova edição de Agora em áudio espacial e remasterizado traz as 15 faixas originais, incluindo as participações especiais do rapper Túlio Dek nas músicas Bem ou Mal e Além das Palavras, e das ex-integrantes da banda Rouge, Aline Wirley e Karin Hils, no coro de Cartas pra Você. Outros destaques do disco são a participação, pela primeira vez, de uma orquestra (na música Cedo ou Tarde), a releitura do sucesso Apenas Mais Uma de Amor, de Lulu Santos, e a gravação da faixa Silêncio, composta pelos integrantes da banda Fresno.

Após o lançamento do disco, a carreira do NX Zero continuou decolando, em especial a popularidade do vocalista Di Ferrero. A música Daqui pra Frente tornou-se tema de abertura do seriado Malhação (Rede Globo) e Cartas pra Você também foi incluída na trilha sonora da mesma temporada, seguido pela música Bem ou Mal, no ano seguinte, 2009, também na abertura.

Com o sucesso da turnê Cedo ou Tarde após seis anos de hiato, o NX Zero ganha mais vigor e força para 2024, ano em que Di Ferrero (vocal), Gee Rocha (guitarra e violão), Fi Ricardo (guitarra), Caco Grandino (baixo) e Daniel Weksler (bateria) completarão 20 anos de carreira fonográfica. O álbum Agora ainda receberá uma inédita uma edição em vinil, com data de lançamento a ser anunciada em breve.

The Music Journal The Music Journal Brazil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade