PUBLICIDADE

MC Marcinho é homenageado em clipe especial de MC Bob Rum

O videoclipe contou com a participação especial da mãe do artista, dona Fátima, que recebeu 100% dos direitos autorais da canção

29 mar 2024 - 12h39
(atualizado às 15h15)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Instagram/MC Marcinho / Pipoca Moderna

MC Bob Rum, conhecido pelo "Rap do Silva", homenageou seu amigo MC Marcinho (1977-2023) no clipe especial de "Mensageiro do Amor", que teve a participação da mãe do cantor, dona Fátima. O funkeiro faleceu em agosto do ano passado por complicações cardíacas.

Na letra, Bob Rum faz referências às faixas de sucesso de Marcinho e menciona sua alcunha, "Príncipe do Funk". A música também emociona ao narrar a chegada do artista no céu, sendo bem recebido por Deus e os anjos. "Então, receba todo o amor que um dia você propagou, e lá de cima interceda por nós", diz um trecho da canção.

Em entrevista ao Gshow, o funkeiro contou que Marcinho se preocupava com a saúde da mãe e, por isso, a convidou para participar do videoclipe especial. "Nas últimas conversas que tive com o Márcio, ele falava muito da preocupação com a mãe numa eventual partida dele, fiquei com isso na cabeça depois que ele se foi, e sempre escutava muito uma voz na minha cabeça eu dizia que lugar de príncipe é ao lado do rei. Daí, veio a ideia da música e de gravar o clipe com a dona Fátima", contou Bob Rum.

Despedida de MC Marcinho

Pioneiro do funk, MC Marcinho faleceu em agosto de 2023, no Hospital Copa d'Or, no Rio de Janeiro. O cantor de 45 anos estava internado desde o fim de junho, após sentir fortes dores no peito. O caso se agravou em julho, quando ele sofreu uma parada cardíaca e foi intubado.

MC Bob Rum contou que eles tinham planos para celebrarem juntos em seus 30 anos de carreira. Ele ainda afirmou que Marcinho acreditava fortemente em sua própria cura e dizia que voltaria a jogar bola com o amigo.

"Apesar da preocupação que tinha com a mãe, do que seria dela se ele partisse, ele nunca se entregou. Acreditava com todas as forças que ia se curar. Ele já tinha escapado de tantas, que o apelido dele era Coração Valente", lembrou Bob, que cedeu 100% dos direitos autorais para a matriarca.

"Queríamos fazer um [projeto] especial, mas ele piorava, pedia para deixar melhorar para planejar detalhes de como seria, mas não deu tempo. Fazer a música e o clipe é um jeito dele estar aqui comigo nesse momento", lamentou o funkeiro.

Confira o clipe.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade