0

Festival Eletriza celebra força feminina na música

Evento de lineup exclusivamente feminino aconteceu na noite de sábado na Arena Anhembi

24 nov 2019
09h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Quem foi à Arena Anhembi na noite deste sábado (23) pôde curtir o Festival Eletriza, com diversas atrações femininas da música: IZA, Ivete Sangalo, Ludmilla, Luísa Sonza e Claudia Leitte. Uma oportunidade rara de celebração à presença das mulheres nas artes.

Ludmilla durante show do Festival Eletriza; funkeira encerrou o dia de apresentações na Arena Anhembi
Ludmilla durante show do Festival Eletriza; funkeira encerrou o dia de apresentações na Arena Anhembi
Foto: AGATHA GAMEIRO/FRAMEPHOTO / Estadão Conteúdo

A abertura do festival foi pontualmente às 21h com o show Luísa Sonza, conhecida por hits como Boa Menina e Bomba Relógio. Prejudicada por problemas no som, que fizeram que sua voz e a guitarra de uma musicista convidada ficassem praticamente inaudíveis para o público, a artista não se deixou abalar e apresentou um verdadeiro espetáculo enérgico, acompanhada de seus dançarinos que agitaram a galera. O excesso do uso de vozes de apoio na trilha, todavia, fez com que a apresentação mais parecesse uma playlist de suas músicas, que ficaram praticamente idênticas às versões de estúdio. Ao fim das contas, o show se destacou muito mais pela presença de palco de Luísa e seu figurino elaborado do que, de fato, a performance de sua voz, que ficou ofuscada pelo uso excessivo de playbacks, no melhor estilo Britney Spears.

A segunda atração da noite, Iza, agitou o Anhembi com sua performance, destacando-se por sua poderosa voz que, aliada à excelente habilidade de seus músicos de apoio e de seus dançarinos fez tremer o local com hits como Brisa e Pesadão. Compará-la com Beyoncé seria uma injustiça, já que a cantora brasileira tem brilho próprio, originalidade e entrega a seu público um espetáculo enérgico e competente.

E por falar em espetáculo, foi exatamente isso que Ivete Sangalo, terceira atração da noite, entregou aos presentes no Festival Eletriza. Mesmo com o atraso ocasionado por um problema nos painéis de LED e a chuva que se instaurou no local, Ivete entregou um show de hits dos seus mais de 20 anos de carreira. Mostrando disposição e presença de palco, a cantora subiu o nível do festival em termos de engajamento do público, fazendo com que todos os presentes entoassem animadamente os já conhecidos refrões de seus sucessos. Mostrando seu carisma habitual, Ivete deixou claro que a experiência faz toda a diferença quando o assunto é entregar um espetáculo completo ao público, fazendo um show longo e bem ensaiado, repleto de hits.

Claudia Leitte entregou show bem mais eletrônico
Claudia Leitte entregou show bem mais eletrônico
Foto: Guilherme Coura / Equipe portal

Logo após Ivete, Claudia Leitte subiu ao palco com um espetáculo pop. Cantando em inglês na abertura do show, a artista entregou uma apresentação bem mais eletrônica do que em sua época de Babado Novo, priorizando as batidas digitais e os sintetizadores. Apesar de não deixar seus antigos hits de fora do setlist, a veterana mostrou estar por dentro das tendências das novas gerações, entregando um misto de música pop e axé que foi mais do que suficiente para agitar os presentes no Eletriza, que pareciam não se importar com o frio e a chuva que tomaram conta do Anhembi.

O encerramento ficou por conta de Ludmilla, sensação do funk, que fez um show muito competente e que nada deveu às veteranas que se apresentaram antes dela. Com uma excelente produção, um som moderno e uma presença de palco incrível, a artista deu o tom para arrematar o festival que, acima de tudo, mostrou a força da cultura pop, que é capaz de reunir milhares de pessoas em um sábado frio e chuvoso em São Paulo.

Veja também:

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade