PUBLICIDADE

Caetano Veloso processa marca de roupa por uso indevido de imagem

5 dez 2023 - 14h42
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Instagram/Caetano Veloso / Pipoca Moderna

O cantor Caetano Veloso abriu um processo contra a marca de roupas Osklen e seu fundador, Oskar Metsavaht, por uso indevido de sua imagem e dos elementos culturais do movimento Tropicália. A empresa foi notificada em agosto deste ano, porém a informação só se tornou pública nesta segunda-feira (4/12) pela coluna de Ancelmo Gois no jornal O Globo.

"Usaram a imagem do autor e do icônico movimento criado por ele para lançar e impulsionar as vendas de uma coleção de roupas com sua marca e, com isso, obter vantagens indevidas, locupletando-se ilicitamente de forma notoriamente parasitária", dizem os advogados de Caetano Veloso.

A equipe legal do artista protocolou diversos requerimentos, como uma medida liminar para que a Osklen retire de circulação todos os produtos da linha "Brazilian Soul", além de solicitar a exclusão das publicações feitas nas redes sociais. O processo indenizatório ainda exige o pagamento de R$ 1,3 milhão por danos morais e materiais.

A ação movida por Caetano Veloso corre no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Compartilhar
Publicidade
Publicidade