1 evento ao vivo

Heroína Vespa se une a universo da Marvel em novo filme

3 jul 2018
19h34
  • separator
  • comentários

Muito antes de as filmagens começarem, a atriz Evangeline Lilly já tinha uma ideia do estilo de luta que queria mostrar na personagem da super-heroína Vespa da Marvel.

Evangeline Lilly em "Homem-Formiga e a Vespa" em Los Angeles
  25/6/2018    REUTERS/Mario Anzuoni
Evangeline Lilly em "Homem-Formiga e a Vespa" em Los Angeles 25/6/2018 REUTERS/Mario Anzuoni
Foto: Reuters

Evangeline, conhecida por seu papel na série de ficção científica "Lost", disse ter trabalhado com mulheres dublês para diferenciar os movimentos da Vespa daqueles da Viúva Negra de Scarlett Johansson e daqueles dos super-heróis da Marvel.

    "Eu queria que ela se movimentasse de uma maneira que respeitasse os quadrinhos, o que significa se movimentar de uma maneira muito elegante, feminina, graciosa, e mesmo assim parecesse letal", disse ela em uma entrevista antes do lançamento de "Homem-Formiga e a Vespa", que estreia em cinemas de todo o mundo na quarta-feira.

    O filme é o 20o do universo Marvel e o primeiro a destacar uma personagem feminina no título.

    "Estava na hora, certo?", disse Paul Rudd, que interpreta o Homem-Formiga e é um dos roteiristas da produção. O par moldou seu relacionamento nas duplas de combatentes do crime do cinema com "uma dinâmica carregada, meio brincalhona e ligeiramente aborrecida um com o outro", disse, acrescentando: "Ela é tão durona quanto possível".

    Evangeline também quis que as plateias a vissem suar quando ela e Rudd correm para resgatar uma tecnologia de importância vital, segundo o diretor Peyton Reed, que trabalhou com a atriz mesmo antes de o roteiro ser escrito para desenvolver a personagem.

    "Evangeline foi muito específica", contou Reed, "coisas do tipo 'não quero ser glamorosa, quero suar depois que lutar'... e 'quero que pareça real, como uma mulher se sentiria neste traje'".

    "Homem-Formiga e a Vespa" é uma sequência de "Homem-Formiga", de 2015. Na aventura, a personagem de Evangeline, Hope van Dyne, não fica sabendo antes do final que seu pai criou um traje que lhe dá o poder de assumir vários tamanhos e voar. Os personagens muitas vezes assumem as proporções de um inseto para evitar obstáculos e passarem despercebidos.

    Depois do épico ambicioso "Vingadores: Guerra Infinita", a Marvel simplificou o enredo de "Homem-Formiga e a Vespa", concentrando-se em um grupo pequeno de personagens e na busca de um reencontro com a mãe de Hope.

    O filme dá uma dica de como o Homem-Formiga e a Vespa se encaixam nos acontecimentos de "Guerra Infinita".

    "Com certeza esperem pelos créditos finais", avisou Reed.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade