PUBLICIDADE

Zabelê reflete sobre o processo criativo de "Auê", seu novo álbum

Repleto de resgates musicais e reverência à obra dos pais, o projeto chega às plataformas digitais na quinta, dia 9 de dezembro

8 dez 2021 11h18
ver comentários
Publicidade
Esse é o 2º álbum solo da filha de Zabelê, filha de Pepeu Gomes e Baby do Brasil.
Esse é o 2º álbum solo da filha de Zabelê, filha de Pepeu Gomes e Baby do Brasil.
Foto: Divulgação/Fernando Young / Famosos e Celebridades

O mais novo álbum de Zabelê chega às plataformas digitais nesta quinta, dia 9 de dezembro. Carregando o nome de Auê, o projeto é a mais bela união de todas as referências derivadas do seu amadurecimento profissional que passeia desde "Os Novos Baianos" ao pop.

"Auê" chega às plataformas digitais nesta quinta, dia 9.
"Auê" chega às plataformas digitais nesta quinta, dia 9.
Foto: Divulgação/Fernando Young / Famosos e Celebridades

Esse é o segundo álbum solo da filha de Baby do Brasil e Pepeu Gomes, dois ícones da música, e não pense que as novidades acabam por aí, afinal, no mesmo dia do lançamento, a artista também estreia o videoclipe da nova roupagem de Masculino e Feminino, com a participação de Ney Matogrosso.

Com sete faixas produzidas por Wagner Fulco, conhecido por trabalhos com Elton John, Bob Dylan e Guns N'Roses, Auê aposta em diversas releituras, colaborações com Carlinhos Brown, Mestrinho, Dadi, Evandro Mesquista e uma composição inédita. Já podemos esperar algo maravilhoso, né?

Aproveitando o momento, Zabelê contou com exclusividade ao Famosos e Celebridades todos os detalhes do processo de criação do álbum. "Foi muito legal. Eu estava terminando uma turnê nos Estados Unidos e já começando um projeto de álbum solo, de composições próprias. Nesse momento, conheci o Wagner Fulco que me deu a sugestão de iniciar um trabalho em reverência aos meus pais. Inclusive, eu já tinha o Auê em mente, mas não para esse momento", explica.

"Foi dificílimo escolher nove faixas dentre tantos álbuns maravilhosos, tantas obras incríveis, tantas músicas, tantos clássicos, eu confesso que foi um desafio muito grande. Além disso, também posso fazer vários outros Auês, o que não falta é material", afirma. 

E se temos material de sobra, a emoção também não falta, especialmente porque a cantora esteve envolvida com diversas memórias afetivas da infância e da adolescência. "De alguma forma, é tudo aquilo que marcou a minha vida", pontua.

Sobre as inspirações para colocar tudo em prática, Zabelê é certeira ao afimar que apostou em sua construção como artista. "Acho que busquei uma sonoridade moderna, que tivesse a ver com o momento e que puxasse para o meu lado pop".

"Eu costumo dizer que eu vou da MPB ao pop, misturando "Novos Baianos" até Michael Jackson, então é um leque muito grande de opções musicais e de referências que eu tenho na minha vida. Eu fui muito pelo meu feeling e o meu coração.

Auê é muita gratidão!

Mais do que mostrar o jeitinho Zabelê de ser, de cantar e de compartilhar com a nova geração um pouco de cenário musical que marcou o passado, Auê transborda gratidão diante de dias tão cruéis e difíceis causados pela pandemia do Coronavírus. 

"Lançá-lo agora no final do ano tem realmente um significado forte. Estamos vivendo anos muito marcantes e que mexeram com todos nós, com as pessoas, com o nosso crescimento espiritual, o nosso crescimento no amor, com compaixão e generosidade", disse.

"Eu acho que o final do ano faz a gente refletir sobre isso e principalmente pela gratidão de estarmos vivos depois de tantas coisas que estamos passando. Ano de pandemia, né? Não está sendo fácil para ninguém. Acho que um momento de gratidão, de união, de felicidade é sempre bom. Acho que a gente tem que agradecer sempre. Esse álbum vem em uma boa hora e em um bom momento. Eu acredito que ele vai inspirar todos nós", declarou.

Ao final, Zabelê também se derreteu ao falar da mensagem que busca transmitir com a sua voz, música e arte. "O meu coração está uma alegria só. Eu estou muito animada e muito feliz. Eu acho que eu estou lançando no momento certo, nada acontece por acaso. Eu acredito que os meus fãs também estão muito ansiosos. Eu vejo pelo carinho na internet, pelos recadinhos, pela alegria deles. Eles também estão muito ansiosos para conhecerem essa nova fase da Zabelê.

Acredito no meu momento, acredito na minha evolução, no meu amadurecimento em todos os sentidos e eu acho que quando a gente faz o que a gente gosta, quando a gente faz o que a gente ama, quando a gente faz isso com felicidade, com verdade, a gente passa isso para os fãs, passa isso para as pessoas que estão nos ouvindo.

Eu espero mandar essa mensagem para todo mundo de final de ano e que a gente possa seguir aí feliz e alegre, que a gente tenha um ano melhor do que foi esse, com mais saúde, com mais prosperidade com mais felicidade, que seja um ano com muita harmonia", encerrou.

Famosos e Celebridades
Publicidade
Publicidade