PUBLICIDADE

Conheça MJ Rodriguez, 1ª mulher trans indicada como Melhor Atriz no Emmy 2021

Atriz foi responsável por interpretar "Blanca Evangelista" na série "Pose", disponível na Netflix

14 jul 2021 14h32
ver comentários
Publicidade
Anúncio foi feito nesta terça-feira (13).
Anúncio foi feito nesta terça-feira (13).
Foto: Shutterstock / Famosos e Celebridades

Michaela Jaé Rodriguez, também conhecida como MJ Rodriguez, responsável por interpretar a dona de casa e enfermeira "Blanca Evangelista" na série "Pose" - disponível na Netfix - entrou para a história como a primeira mulher transexual a ser indicada na categoria de "Melhor Atriz em Série Dramática", no Emmy 2021.

Anúncio aconteceu nesta terça-feira (13).
Anúncio aconteceu nesta terça-feira (13).
Foto: Instagram/@mjrodriguez7 / Famosos e Celebridades

Em um vídeo divulgado em seu perfil do Instagram, a atriz comemorou a indicação feita por Ron Cephas Jones nesta terça-feira (13), aos gritos. Já em entrevista ao site Deadline, MJ disse que finalmente se sentiu vista. "Eu sou uma garota vinda do norte de Nova Jersey, que tinha sonhos e aspirações como Whitney Houston, criança. Nunca pensei que isso pudesse acontecer comigo. Disse a mim mesmo que não importa o que aconteça, vou continuar e nunca parar", revelou. 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Michaela Jaé (@mjrodriguez7)

Trajetória

Filha de mãe afro-americana e pai porto-riquenho, MJ que também é cantora, começou a atuar ainda pequena, com 7 anos. No teatro, fez sua estreia em 2011, aos 21 anos, em uma remontagem do clássico "Rent". Interpretando a drag queen Angel Dumott Schunard, a atriz levou para casa o Clive Barnes Award - uma das premiações do teatro de musical dos Estados Unidos. 

Após a transição iniciada em 2012, MJ participou de outros trabalhos como "Burn All Night" e "Street Children", antes de, finalmente, estrelar na TV, em uma pequena aparição em "Nurse Jackie" que abriu as portas para outros papéis. 

Vale lembrar de "The Carrie Diaries" (2013) e "The Whitlock Academy" (2015). Já em 2018, foi convidada para interpretar Blanca Rodriguez Evangelista em "Pose", durante as três temporadas da série que lhe rendeu a grande indicação ao Emmy.

No cinema, ela foi destaque em alguns curtas no período de 2015-2018, antes de se jogar em "The Big Take" e "O Verão de Adam". 

Transição

Em 2012, logo após o trabalho em "Rent", MJ decidiu dar uma pausa na carreira para iniciar a transição com os hormônios femininos. Em uma entrevista cedida ao site Playbill, em 2016, a artista falou sobre a decisão. 

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Michaela Jaé (@mjrodriguez7)

"Sempre senti que era a mesma pessoa. Nunca houve realmente qualquer mudança. Havia apenas uma evolução que precisava acontecer. Havia um aprimoramento que precisava ocorrer, aprimoramento mental, físico, todas essas coisas. Mas isso era especificamente para mim, e eu precisava de tempo para mim. 

Representatividade importa

Na história da premiação, a primeira mulher transexual a ser indicada foi a compositora inglesa Angela Morley, na categoria "Direção Musical", nos anos de 1985, 1988 e 1990.

Por quatro anos, Laverne Cox também recebeu a indicação na categoria de "Atriz Convidada", pelo seu trabalho em "Orange Is The New Black". 

Já em 2020, Filipina Rain Valdez foi indicada em "Melhor Atriz em Série Curta de Comédia ou Drama", pela interpretação de Belle Jonas, em "Razor Tongue". Agora é de cruzar os dedinhos e torcer por MJ Rodriguez. 

"Nunca pare, continue, não importa o que digam. Mantenha sua cabeça erguida. Se alguém tentar te dizer que sua existência não vale a pena, olhe para a garota do norte de New Jersey que não tinha nada e trabalha muito e está aqui agora. Olhe para ela e ela sempre estará lá dizendo a você tudo o que você sempre sonhou ser possível. Você merece e você é digno", finalizou MJ ao veículo. 

Famosos e Celebridades
Publicidade
Publicidade