2 eventos ao vivo

Iñárritu faz história com "bi" e confirma domínio mexicano

29 fev 2016
01h53
atualizado às 03h51
  • separator
  • comentários

O mexicano Alejandro González Iñárritu conquistou neste domingo seu segundo Oscar consecutivo de melhor diretor - algo que só havia acontecido outras duas vezes na história da premiação -, por seu trabalho em "O Regresso".

Melhor Diretor - Alejandro G. Iñárritu ("O Regresso")
Melhor Diretor - Alejandro G. Iñárritu ("O Regresso")
Foto: Getty Images

No ano passado, Iñárritu havia faturado a estatueta por "Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)", e como em 2014 o diretor Alfonso Cuarón havia vencido o mesmo prêmio por "Gravidade", a conquista de hoje também representa a terceira ocasião seguida em que um cineasta do México é agraciado com um Oscar nesta categoria.

Os outros candidatos ao prêmio desta vez eram George Miller, de "Mad Max: Estrada da Fúria"; Adam McKay, de "A Grande Aposta"; Tom McCarthy, de "Spotlight: Segredos Revelados"; e Lenny Abrahamson, de "O Quarto de Jack".

Apenas John Ford e Joseph L. Mankiewicz haviam conseguido até hoje a levar a estatueta na categoria de melhor diretor em anos consecutivos. O primeiro foi premiado por "Vinhas da Ira" (1940) e "Como Era Verde o Meu Vale" (1941), e o segundo, por "Quem é o Infiel?" (1949) e "A Malvada" (1950).

Além da indicação por "O Regresso" e "Birdman", Iñárritu também foi finalista na disputa pelo prêmio com "Babel" (2006).

 

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade