3 eventos ao vivo

Representante pessoal de Stan Lee é preso em Los Angeles

Keya Morgan havia sido citado em uma reportagem do The Hollywood Reporter, acusado de se envolver em abusos contra o quadrinista.

12 jun 2018
17h19
  • separator
  • comentários

Após uma extensa reportagem do The Hollywood Reporter ter denunciado supostos abusos cometidos contra Stan Lee, seu representante Keya Morgan foi preso nesta segunda-feira, em Los Angeles, por registrar um falso boletim de ocorrência. A polícia local confirmou a informação ao THR. Morgan, que havia sido citado na reportagem anterior do veículo, é o representante oficial de Lee em questões financeiras desde abril deste ano. Ele foi levado sob custódia pela Divisão de Hollywood da Delegacia de Polícia de Los Angeles (LAPD), sujeito a uma fiança de US$ 20 mil. As autoridades não esclareceram os detalhes do caso e, portanto, não se sabe oficialmente se há alguma relação direta com Stan Lee. No entanto, em abril deste mês o THR publicou uma extensa reportagem, em que expõe Keya Morgan como uma das pessoas que têm se aproximado de Stan Lee com interesses em controlar sua fortuna e sua propriedade intelectual. Tanto Morgan quanto os outros dois homens citados, Jerardo 'Jerry' Olivarez e o advogado Kik Schenck, estão ligados à filha mais velha do editor, J.C., de 67 anos. Stan Lee teria sido manipulado por sua filha por conta de dinheiro, diz reportagem Segundo o exposé, Stan Lee teria assinado um documento, em 13 de fevereiro deste ano, que contava de toda a sua relação com J.C. em relação a questões financeiras, sobre como ela administrava mal o dinheiro e por isso ele e a falecida esposa concordaram em um truste. Além disso, o documento se estende em como "três homens com más intenções" haviam influenciado a filha com o objetivo de tomarem vantagem da fortuna de Lee e ganharem controle de seu dinheiro e de suas propriedades -- avaliadas em um total de US$ 50 a US$ 70 milhões. Stan Lee nega categoricamente ter sido vítima de golpes financeiros e maus tratos contra idosos Logo após o documento ter sido obtido pelo THR, a história oficial conta que Lee despediu o advogado Tom Lallas, que havia redigido a declaração. A partir disso, Keya Morgan e J.C. passaram a ter uma presença mais forte na sua vida. O número de telefone do autor foi trocado, as visitas de seu assistente pessoal passaram a ser monitoradas e pré-aprovadas, sua secretária e o seu jardineiro que trabalhavam com ele há anos, dispensados, e Keya Morgan também é a pessoa que lê e responde todos os seus e-mails. Ele chegou a filmar um vídeo do autor declarando que os documentos eram falsos, e enviou o material ao The Hollywood Reporter. Nesta semana, um outro vídeo foi publicado em uma rede social de Lee, em que ele afirma que Keya Morgan é o seu único representante oficial.

Foto: Jesse Grant/Getty Images for Disney / AdoroCinema

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade