0

Leonardo DiCaprio doa US$ 1 milhão às vítimas de furacão

Maior catástrofe climática dos Estados Unidos desde o Katrina.

31 ago 2017
17h57
atualizado às 18h45
  • separator
  • comentários

Infelizmente, na Era Donald Trump, a única coisa que parece ser capaz de unir os estadunidenses em prol de um mesmo objetivo é uma catástrofe climática. No caso, a passagem do intenso Furacão Harvey, que já matou quase quarenta pessoas e fez com que mais de 30 mil texanos perdessem suas casas. Por isso, o ator Leonardo DiCaprio (Titanic) decidiu doar US$ 1 milhão para auxiliar as vítimas.

Foto: Mike Windle/Getty Images North America / AdoroCinema

O astro de filmes como O Regresso — trabalho pelo qual o intérprete enfim recebeu seu Oscar — e O Lobo de Wall Street não é o primeiro artista a se mobilizar. Além dele, atores como Sandra Bullock, Dwayne Johnson e Kevin Hart, a cantora Beyoncé e a socialite Kim Kardashian também disponibilizaram recursos e somas em dinheiro para colaborar no resgate da população atingida pela pior calamidade ambiental dos Estados Unidos desde o Furacão Katrina.

Vale lembrar que esta também não é a primeira vez que DiCaprio doa dinheiro para auxiliar vítimas de desastres climáticos. Através de sua fundação pessoal, o astro tornou-se um proeminente ativista ambiental, tendo participado ativamente dos esforços para ajudar as pessoas vitimadas pelo tsunami do Oceano Índico em 2004; pelo terremoto do Haiti, em 2010; e pelo Furacão Sandy, em 2012. Recentemente, DiCaprio também produziu o documentário Before the Flood , que explora as consequências do aquecimento global para o meio ambiente e tenta encontrar soluções para a problemática.

Nesta semana, o Furacão Harvey diminuiu de intensidade e deve deixar o Texas. Entretanto, o ciclone e as tempestades acarretadas por sua passagem ainda devem causar inúmeros estragos no estado do Mississippi e na Louisiana, berço da cidade de Nova Orleans, região mais afetada pelo trágico Furacão Katrina.

Solidariedade transborda diante dos estragos do furacão Harvey
AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade