PUBLICIDADE

Rainha de escola de samba do Rio quebra o ombro e desfila com tipoia e curativos

Raphaela Gomes, da São Clemente, desfilou na madrugada deste domingo, 11, no segundo dia da Série Ouro da Sapucaí

11 fev 2024 - 10h55
(atualizado às 15h01)
Compartilhar
Exibir comentários
Desfile da G.R.E.S São Clemente, na Avenida Marquês de Sapucaí, no Centro do Rio de Janeiro, de sábado para domingo
Desfile da G.R.E.S São Clemente, na Avenida Marquês de Sapucaí, no Centro do Rio de Janeiro, de sábado para domingo
Foto: Reprodução/Estadão Conteúdo/Reginaldo Pimenta/Agência O Dia

A rainha de bateria da São Clemente, Raphaela Gomes, quebrou o ombro, mas não desceu do salto. Mesmo com tipoia e curativos, ela foi decidida a arrasar na passarela na madrugada neste domingo, 11, no segundo dia da Série Ouro do Carnaval do Rio de Janeiro, na Marquês de Sapucaí.

"Sofri um acidente ontem à tarde. E eu trabalho nos bastidores do carnaval também. Então, foi uma véspera de muito trabalho. Acabou acontecendo, mas, como eu disse, acho que Deus me deu o presente de estar aqui. E também pelo que aconteceu, né? Foi só um ombro quebrado", disse em entrevista à equipe do Gshow, da Globo, sem detalhar o acidente.

O que a fez seguir, mesmo com o ombro quebrado, foi a paixão pelo carnaval.

"Hoje, completo duas décadas de Sapucaí. Não queria deixar de estar aqui de jeito nenhum. Foi muito trabalho para estar aqui hoje", complementou.

Ela admitiu que chegou a sentir medo de não poder desfilar por causa do acidente. No entanto, logo, viu que teria condições. 

Antes do desfile, no sábado, 10, ela foi às redes sociais comentar a situação.

"Esse ano vai ter rainha de bateria de ombro quebrado na Sapucaí sim! Torçam por mim! Deus é bom o tempo todo!", escreveu. Para 'disfarçar' a tipoia, foi bolado um adereço extra para sua fantasia: uma capa de plumas pretas.

O que o carnaval carioca tem? Foliões do Cordão da Bola Preta respondem:
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade