PUBLICIDADE

4 dicas para viajar utilizando milhas aéreas

Especialista explica como utilizar a conversão de pontos do cartão de crédito para economizar na hora de viajar

2 mar 2023 - 17h31
Compartilhar
Exibir comentários

Explorar novas culturas e regiões é um dos passatempos favoritos dos brasileiros. Assim, o período das férias e feriados prolongados é um dos mais aguardados para viajar e costuma movimentar significativamente o setor de turismo. Segundo um relatório da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), os feriados prolongados de 2023 devem movimentar cerca de R$ 74,3 bilhões no turismo brasileiro. 

Milhas aéreas são alternativa para economizar na hora de viajar
Milhas aéreas são alternativa para economizar na hora de viajar
Foto: Robertindiana | Shutterstock / Portal EdiCase

No entanto, calcular os gastos antes de viajar é essencial e costuma desanimar alguns turistas. Para evitar esse problema, as milhas aéreas são uma ótima alternativa, pois elas podem ser acumuladas por meio dos cartões de crédito e ser utilizadas em diferentes utilidades além das viagens, como descontos em compras e até um lucro extra.

Por isso, os pontos e as milhas estão caindo no gosto popular, mas muita gente ainda não sabe como realizar essa operação. Pensando nisso, Larissa Brioso, educadora financeira da Mobills, plataforma de soluções financeiras, lista 4 dicas para quem deseja ingressar nesse universo. Veja!

1. Esteja atento aos benefícios do cartão

Se você já utiliza um cartão de crédito, o primeiro passo é saber quais benefícios ele proporciona e se o acúmulo de pontos e milhas é uma dessas vantagens. Depois, consulte quantas milhas você ganha com o cartão de crédito, conforme os gastos. Por exemplo: a cada 1 dólar gasto, receba 1 milha ou 1 ponto. Por fim, fique atento ao prazo de validade dos seus pontos, pois, para muitos cartões, as milhas expiram após algum tempo.

2. Informe-se sobre as regras para ganhar pontos

A fim de ganhar milhas com cartão de crédito, é preciso estar cadastrado em algum programa de fidelidade. Alguns cartões têm participação automática, enquanto outros exigem um cadastro prévio, mas simples de fazer. As regras para somar pontos e trocar por milhas variam muito de cada cartão. Os cartões de variantes mais baixas, como Internacional e Gold, costumam somar 1 ponto por dólar gasto. Enquanto isso, outras categorias mais altas, como Platinum, Black, Infinite etc., normalmente somam mais pontos por dólar gasto no cartão.

É importante saber isso, visto que, a partir dos seus gastos, você saberá se está com o cartão ideal para seu perfil ou se precisa trocar de cartão, fazendo um upgrade da sua categoria ou escolhendo outro emissor. Vale ressaltar que a maioria dos cartões de crédito não acumula milhas diretamente, mas pontos que podem ser facilmente convertidos em milhas.

Entender como funciona o programa de pontos do cartão de crédito ajuda a acumular milhas aéreas
Entender como funciona o programa de pontos do cartão de crédito ajuda a acumular milhas aéreas
Foto: Kite_rin | Shutterstock / Portal EdiCase

3. Verifique os programas de milhas de que o cartão participa

Após pesquisar sobre os principais programas de pontos, é hora de concentrar seus pontos em um ou dois programas de milhas no máximo, para acumular a pontuação mais rapidamente. Cada programa concede benefícios exclusivos e facilidades na companhia aérea em que o usuário viaja com frequência. A Latam, por exemplo, possui o Latam Pass, a Gol possui o Smiles, a Azul possui o TudoAzul etc. 

O cadastro no programa de recompensas das companhias aéreas é gratuito. Porém, o cliente que quiser evoluir e se tornar um membro do programa de fidelidade, para receber benefícios exclusivos, vai precisar adquirir uma assinatura.

4. Transforme os pontos em milhas

Depois dos passos já citados, é hora de transformar seus pontos em milhas e até ganhar dinheiro com o cartão de crédito. Para isso, consulte no seu Internet Banking, App do banco, ou peça ajuda à central de atendimento do cartão para localizar a opção de transferências de pontos para outro programa.

Mas atenção: confira as regras de transferência, pois, em alguns casos, é necessário ter somado uma quantidade mínima para transferir a um programa de milhas. Estando tudo certo, conclua a operação. Você também pode esperar o melhor momento para converter seus pontos, como em uma promoção de bônus entre os programas.

Por Larissa Andreoli

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade