PUBLICIDADE

O futuro está chegando mais cedo do que você pensava

Qual a melhor maneira de prever o amanhã?

6 fev 2024 - 06h15
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Shadephysycian

Um paper publicado agora no início de 2024 me chamou a atenção. Ele trata de uma pesquisa conduzida por pesquisadores das universidades de Berkeley, Bonn e Oxford com quase três mil cientistas sobre o futuro da IA.

Com dados de dois anos consecutivos, foi possível comparar resultados das previsões dos cientistas para os impactos da IA. E é impressionante como o tempo da IA para atingir determinados marcos está cada vez menor. Por exemplo: na pesquisa de 2023, a possibilidade de todos os trabalhos humanos se tornarem totalmente automatizáveis até o ano de 2116 tem 50% de probabilidade de acontecer. A pesquisa de 2022 indicava 48 anos a mais, 2064.

Já o possível desenvolvimento de uma IA que possa superar os humanos em todas as tarefas alcançou 50% de probabilidade de acontecer até 2047, adiantando 13 anos da previsão feita em 2022.

Isso quer dizer que todos os trabalhos humanos serão automatizáveis nesse prazo, ou que a IA vai nos superar em todas as tarefas neste prazo? Não, mas significa que conseguimos enxergar com mais clareza a mudança profunda que virá, e que está mais precisa a nossa percepção de sua velocidade crescente.

O que a IA vai fazer no futuro

Para a próxima década, se prevê hoje que os sistemas de IA terão pelo menos 50% de probabilidade de executar a maioria das 39 tarefas definidas na pesquisa. Elas incluem escrever novas músicas indistinguíveis de um sucesso e codificar um site inteiro de processamento de pagamentos – a partir do zero.

O desafio segue sendo tomar as melhores decisões no presente, tendo como horizonte um futuro em transformação acelerada. Seja para empresas, para o setor público, ONGs e na vida profissional de cada um de nós. Como? Aprendendo e abraçando a IA. A melhor maneira de prever o futuro continua sendo criá-lo...

(E para ilustrar este futurismo todo, nada melhor que Nostradamus - em arte criada usando IA, claro, pelo artista Shadephysycian). 

(*) Alex Winetzki é CEO da Woopi e diretor de P&D do Grupo Stefanini, de soluções digitais.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade