PUBLICIDADE

Micron inicia produção em massa de chips de memória para uso em semicondutores de IA da Nvidia

26 fev 2024 - 12h04
Compartilhar
Exibir comentários

A Micron Technology iniciou a produção em massa de seus semicondutores de memória de alta largura de banda para uso no mais recente chip da Nvidia para inteligência artificial, fazendo com que suas ações subissem mais de 4% nesta segunda-feira.

O HBM3E consumirá 30% menos energia do que as ofertas rivais, disse a Micron, e pode ajudar a atender a crescente demanda por chips que alimentam aplicativos de IA generativa.

A Nvidia usará o chip em suas unidades de processamento gráfico de próxima geração H200, que devem começar a ser comercializadas no segundo trimestre e ultrapassar o atual chip H100, que impulsionou um grande aumento na receita da fabricante de chips.

A demanda por chips de memória de alta largura de banda (HBM, na sigla em inglês), um mercado liderado pela SK Hynix, para uso em IA, também tem aumentado as esperanças dos investidores de que a Micron será capaz de resistir a uma lenta recuperação em seus outros mercados.

O HBM é um dos produtos mais lucrativos da Micron, em parte devido à complexidade técnica envolvida em sua construção.

A empresa havia dito anteriormente que esperava "várias centenas de milhões" de dólares de receita do HBM no ano fiscal de 2024 e um crescimento contínuo em 2025.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade