PUBLICIDADE

Adolescente italiano com braço paralisado faz cirurgia inédita

Procedimento para reconexão de nervos foi bem-sucedido em Turim

10 dez 2023 - 12h22
(atualizado às 12h25)
Compartilhar
Exibir comentários

Para restaurar a função do braço esquerdo paralisado, um jovem de 15 anos passou com sucesso por uma cirurgia com uma técnica nunca antes utilizada na Itália, no serviço de Neurocirurgia do hospital Molinette, em Turim.

A paralisia foi causada pela interrupção completa das fibras nervosas que controlam os movimentos do braço esquerdo, após um acidente de trânsito que resultou em um grave politraumatismo com amputação da mão. Mesmo após a reconstrução da mão em Perugia, a paralisia persistia.

A única solução em casos como esse é retirar um trecho de nervo saudável e implantá-lo no plexo braquial lesionado, que controla os movimentos do braço.

O nervo útil é o nervo frênico, que se origina nas primeiras vértebras cervicais, desce pelo pescoço e depois para dentro do tórax.

Os cirurgiões realizaram o procedimento aplicando uma técnica de coleta do nervo minimamente invasiva, que permite preservar integralmente a porção do nervo frênico intratorácico coletado para maximizar as chances de sucesso da intervenção.

A etapa seguinte foi o reimplante no braço, conectando-o aos nervos não funcionais e permitindo seu crescimento diário para restaurar a função motora.

Após mais de oito horas na sala de cirurgia, a intervenção foi tecnicamente bem-sucedida, e o paciente voltou para casa cinco dias depois, sabendo que enfrentaria uma nova reabilitação e muita fisioterapia.

A parte saudável poderá crescer de um a dois milímetros por dia dentro dos nervos não funcionais, permitindo que os nervos saudáveis transmitam um impulso elétrico à parte lesionada, dando-lhe nova vida. .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade