PUBLICIDADE

ChatGPT ganha plugins e aprende a "ler" dados atualizados da web

Com plugins, ChatGPT ganha novos poderes e consegue coletar dados atualizados da web.

23 mar 2023 - 16h06
Compartilhar
Exibir comentários

A OpenAI anunciou nesta quinta (23.mar) a disponibilidade de plugins para o ChatGPT.

Foto: Núcleo Jornalismo

COMO ASSIM? Os plugins estendem o poder do ChatGPT para outros serviços. Como disse alguém, é meio que o "momento App Store" do ChatGPT.

A princípio, são 11 plugins de parceiros como Expedia, Instacart, Shopify, Slack e Zapier.

Em uma das demonstrações, o usuário pede uma receita ao ChatGPT e, em seguida, o chatbot compila a lista e faz o pedido dos ingredientes pelo Instacart — um aplicativo de delivery de mercado popular nos Estados Unidos.

Na mesma consulta, o usuário pede para que o chatbot calcule as calorias da refeição proposta (via plugin do Wolfram|Alpha) e que faça uma reserva em um restaurante (com o OpenTable). Veja:

O QUE MAIS? A OpenAI também disponibilizou plugins próprios. Destaque para o Browsing: com ele, o ChatGPT "consome" informações em tempo real da web e, assim, passa a ser capaz de lidar com atualidades.

Em uma demonstração da OpenAI, alguém pede ao ChatGPT dados das bilheterias dos vencedores do Oscar 2023. O chatbot vasculha alguns sites e devolve a resposta.

Outro plugin próprio da OpenAI é um interpretador de código baseado na linguagem Python.

ONDE? COMO? O suporte a plugins está em estágio "alpha" (experimental) e o acesso será oferecido a desenvolvedores e usuários do ChatGPT Plus, o plano pago do serviço.

A OpenAI informou que pretende expandir o acesso "em larga escala", sem dar prazos.

Núcleo Jornalismo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade